Mitos e verdades sobre Jump

A aula de Jump está entre mais procuradas nas academias. Trata-se de um ótimo exercício para perder peso rápido, principalmente quando aliado a uma…

A aula de Jump está entre mais procuradas nas academias. Trata-se de um ótimo exercício para perder peso rápido, principalmente quando aliado a uma dieta balanceada para emagrecer. Para esclarecer suas dúvidas sobre esse exercício selecionamos alguns mitos e verdades sobre o Jump. Confira.

O Jump gera alguns mitos e verdades. (Foto: divulgação)

Aula de Jump

O jump é um exercício muito procurado nas academias, porém a maioria das pessoas não sabe sobre seus reais benefícios para o corpo, saúde e qualidade de vida. Trata-se de uma excelente opção de escolha para quem deseja perder peso, ganhar condicionamento físico, definir o bumbum e pernas, reduzir a gordura localizada e muito mais.

Por se tratar de um exercício que atua contra a gravidade, os efeitos do jump se tornam mais intensos, agradando muito as pessoas que estão em busca de resultados eficazes.  Sem contar que pode ser usado para perder peso de forma saudável e gradual.

Veja também Jump, o que é e benefícios para a saúde 

Mitos e verdades sobre o Jump

1. Faz mal para os seios.

Mito. O jump não prejudica os seios, porém o mais recomendado é utilizar um top bem firme e reforçado.

2. As crianças não devem fazer Jump.

Mito. A partir dos 10 anos de idade as crianças já possuem condições motoras para participar das aulas. Antes dessa idade, o ideal seria adequar os movimentos mais fáceis.

O Jump é um grande aliado do emagrecimento rápido. (Foto: divulgação)

3. As gestantes não devem praticar o Jump.

Verdade. Apesar de o impacto ser reduzido, o fato de pular gera grandes desconfortos. Além dos riscos de queda do equipamento.

4.  O uso de caneleiras no Jump prejudica as articulações.

Leia Também:  Cruzeiro temático sobre chocolate 2013

Verdade. O aumento das cargas nos movimentos rápidos pode gerar lesões. Se a intensão é aumentar o gasto de calorias, procure intensificar os exercícios.

5. O Jump faz bem para quem ter problemas nas articulações.

Mito. Apesar de o trampolim ser usado no tratamento de pessoas com lesões articulares, as aulas não são indicadas para quem possui o problema. Os trabalhos feitos são bem diferentes.

6. Trata-se de um exercício de pouquíssimo impacto.

Mito. Apesar de cerca de 80% de o impacto ser reduzido, comparado ao mesmo movimento feito no solo, o impacto é médio. Equivalendo ao de uma corrida.

O Jump proporciona muitos benefícios para nossa saúde. (Foto: divulgação)

Veja também Kangoo Jump, o que é, benefícios e como praticar

O Jump é um exercício físico muito eficaz para quem deseja perder peso e ganhar condicionamento físico. Ele proporciona muitos benefícios para nossa saúde quando feito corretamente sob orientação de um profissional especializado. Procure a academia mais perto da sua casa e faça uma avaliação física para dar início ao exercício.

 

Top