Mitos e verdades sobre impotência sexual

A impotência sexual é um assunto que aterroriza muitos homens, especialmente os que vão atingindo uma idade mais madura ou que iniciam tratamento de…

A impotência sexual é um assunto que aterroriza muitos homens, especialmente os que vão atingindo uma idade mais madura ou que iniciam tratamento de alguma doença. Esse tema é tão complexo e assustador que resultou no surgimento de várias inverdades, responsáveis por confundir pacientes portadores desse problema e até mesmo atrapalhar o tratamento adequado. Fique por dentro do assunto e confira alguns mitos e verdades sobre impotência sexual.

Conheça as causas para os principais problemas de ereção.

É normal a ocorrência esporádica de episódios de impotência. (Foto: divulgação)

O que é impotência sexual

A impotência é definida como a incapacidade de manter ou até mesmo produzir uma ereção peniana por tempo suficiente para que seja realizado o intercurso sexual. Apesar de ainda ser tratada como tabu, devido à estigmatização sofrida pelo paciente, esse problema é muito mais comum do que se imagina e afeta mais de 30 milhões de brasileiros.

Mitos e verdades sobre impotência sexual

  • A maior parte dos homens vai sofrer de impotência

Verdade. Mas não é preciso ficar apavorado, pois na maioria dos casos, os episódios são pontuais e esporádicos. De acordo com especialistas, a maior parte dos homens com mais de 40 anos já experimentou pelo menos 1 episódio de impotência sexual em algum momento de sua vida. Isso é completamente natural.

Entenda como funciona o viagra e saiba como usar corretamente.

  • No primeiro episódio de impotência, é preciso procurar um médico para se prevenir

Mito. A melhor coisa a fazer quando ocorre o primeiro episódio de impotência é esfriar a cabeça e esquecer-se do assunto, afinal, não existe nenhuma razão em se desesperar por algo com o qual praticamente todo homem irá acabar experimentando alguma vez na vida.

O tamanho do pênis não determina a potência ou desempenho sexual. (Foto: divulgação)

  • Existe um número de “falhas” consideradas normais
Continuar Lendo  Produtos para cuidar de cabelos grisalhos

Verdade. Nem sempre é preciso se preocupar e procurar auxílio médico, pois a ocorrência de falhas em até 20% das tentativas de ereção é considerada normal, ou seja, quando falha uma a cada cinco tentativas. A impotência é tratada como um problema apenas quando ocorre regularmente.

  • Adolescentes não sofrem com esse tipo de problema

Mito. Apesar dos níveis hormonais de adolescentes ser mais elevado, resultando em maior apetite sexual, a impotência é um problema multifatorial, isto é, podendo ser causado por inúmeros outros fatores e, consequentemente, afetar homens de todas as idades. A maioria dos casos começa a manifestar os sintomas por volta dos 40 anos, sendo que essa queixa é bem mais comum após os 60 anos, mas isso não é via de regra.

  • Quanto maior o pênis, mais potência sexual

Mito. O tamanho do pênis não possui nenhum tipo de relação com o melhor ou pior desempenho ou potência sexual. O que pode acontecer é que a insatisfação com o próprio corpo é um fator capaz de desencadear a impotência, mas isso não precisa estar necessariamente relacionado ao tamanho do pênis, podendo se ligar à problemas como excesso de peso, deformações físicas ou qualquer outra peculiaridade com a qual o indivíduo sinta-se desconfortável.

  • A vasectomia não interfere na potência sexual

Verdade. A cirurgia de vasectomia apenas interrompe o canal que permite o fluxo dos espermatozoides para fora dos testículos, de forma que a ejaculação acontece normalmente, porém sem a presença dos gametas masculinos. O desempenho e apetite sexual não são afetados.

Saiba mais sobre a vasectomia.

Homens depressivos e ansiosos têm maior probabilidade de desenvolver o problema. (Foto: divulgação)

A impotência sexual é um problema sério na vida de muitos homens, podendo afetar negativamente a saúde conjugal e a autoestima do paciente. Esse problema pode ter uma gigantesca variedade de fatores desencadeantes, como doenças de base, uso de medicação e principalmente problemas psicológicos, como depressão e ansiedade.

Continuar Lendo  Festa Junina do PIC 2015

Top