Mitos e verdades sobre hepatite C

A hepatite C é uma doença viral que leva ao inchaço do fígado. Ela é a principal causa de doença hepática no mundo, mas…

A hepatite C é uma doença viral que leva ao inchaço do fígado. Ela é a principal causa de doença hepática no mundo, mas ainda é muito confundida com outros tipos de hepatite. No entanto, especialistas procuram desfazer alguns mitos criados em relação a doença. Saiba mais sobre o assunto e confira alguns mitos e verdades sobre a hepatite C.

Os materiais contaminados com sangue podem transmitir hepatite C. (Foto: divulgação)

Causas da hepatite C

A hepatite C é causada pelo vírus transmitido especialmente pelo sangue contaminado, porém a infecção pode ser passada pelo contato sexual e também de mãe para filho. O portador do vírus causador da hepatite C pode desenvolver uma manifestação crônica da doença que leva a lesões no fígado e câncer hepático.

Atualmente, no Brasil, existem cerca de 3 milhões de pessoas infectadas pelo vírus da hepatite C. Não existe vacina contra a doença. Inicialmente o problema é assintomático, ou seja, o indivíduo não sente nada depois da infecção pelo vírus.

Em alguns casos, pode se manifestar uma forma aguda da enfermidade, fazendo com que o portador apresente mal-estar, náuseas, vômitos, pele amarelada e dores musculares. Porém, a maioria só percebe que está doente anos após a infecção, quando apresenta um caso grave de hepatite crônica.

A hepatite C pode ser transmitida por objetos contaminados, como agulhas. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre a hepatite C

1. A hepatite C pode ser transmitida pelo contato sexual.

Verdade. O contato sexual sem proteção com uma pessoa que possui hepatite C faz com que o individuo se torne mais susceptível. O risco é ainda maior quando a pessoa tem muitos parceiros sexuais.

2. Os usuários de drogas podem se contaminar.

Verdade. Os indivíduos que injetam drogas ilícitas ou compartilham da mesma agulha que alguém contaminado com hepatite C podem ser contaminar facilmente com a doença.

Leia Também:  Castanha-do-Brasil: Por Que Consumir?

3. A hepatite C não tem cura.

Mito. Quando não há cirrose instalada, as chances de eliminação total do vírus da hepatite C variam de 30 a 70%, dependendo do tipo de vírus. A cura da hepatite C  é definida pela ausência do vírus no sangue seis meses após o termino do tratamento.

4. Muitas pessoas são portadoras de hepatite C e não sabem.

Verdade. Em torno de 15% das pessoas conseguem fazer com que seu sistema imunológico elimine o vírus de maneira espontânea, sem tratamento. Nesses casos, a maioria nem fica sabendo que teve a doença. Outros 85% desenvolver a forma crônica da hepatite C.

5. A hepatite C pode ser transmitida pelo ar.

Mito.A hepatite C só é transmitida através do contato com sangue contaminado, seja pelo contato sexual onde ocorrem sangramentos, agulhas contaminadas e outros materiais.

A hepatite C pode provocar cirrose e câncer hepático. (Foto: divulgação)

A hepatite C é uma doença viral que pode ser transmitida pelo contato com sangue contaminado, geralmente é assintomática. Um estudo revelou que a hepatite C tem matado mais que AIDS.

Top