Mitos e verdades sobre concursos públicos

Mitos e verdades sobre concursos públicos

O concurso público oferece muitas vantagens para quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho. Quem consegue ocupar uma vaga como…

Por Isabella Moretti em 26/09/2013

O concurso público oferece muitas vantagens para quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho. Quem consegue ocupar uma vaga como servidor conta com estabilidade, bom salário e direito aos principais benefícios trabalhistas.

O concurso público oferece estabilidade e um bom salário. (Foto:Divulgação)

Mitos e verdades sobre concursos públicos

Confira a seguir o que é verdade e o que é mentira nos concursos públicos:

1. Marcar a mesma alterativa em todas as questões aumenta as chances de ser aprovado.
Mito. Há sim um equilíbrio na distribuição das letras com respostas corretas, mas chutar não representa a melhor forma de conseguir aprovação. O gabarito final normalmente é composto por 20% de cada letra, considerando uma prova com cinco alternativas.

2. Estudar somente as provas anteriores não é recomendado.
Verdade. Para conseguir ter um bom desempenho no concurso, o candidato precisa conhecer as teorias das disciplinas cobradas e não se limitar apenas às questões das provas anteriores. Ele pode se exercitar buscando a teoria ideal para resolver cada questão.

3. Concursos municipais não aceitam candidatos que moram fora da cidade.
Mito. O órgão público não tem liberdade para proibir a participação de pessoas que moram em outras cidades, mesmo se o concurso for de nível municipal. Uma forma de favorecer os moradores é incluindo na prova questões geográficas, políticas e econômicas sobre a cidade.

Para prestar concurso público, a pessoa não pode ser analfabeta. (Foto:Divulgação)

4. Analfabeto não pode se tornar servidor público.
Verdade. Os concursos públicos exigem pelo menos Ensino Fundamental incompleto.

5. Aposentado do serviço público não pode participar de concurso.  
Verdade. Este critério impede que o trabalhador acumule um novo cargo.  É importante lembrar também que o candidato só pode entrar no serviço público até os 65 anos.

6. Quem passa no concurso precisa saber cantar o Hino Nacional.
Mito. Apesar de alguns órgãos públicos tocarem o hino nacional na posse dos servidores, cantar não é uma obrigatoriedade do processo seletivo.

7. Cego pode fazer concurso público.
Verdade. O cego pode prestar concurso público, bem como outras pessoas que são portadoras de deficiências. Em geral, há uma reserva de 5% das vagas para as pessoas que sofrem com limitações físicas.

Deficientes físicos podem participar de concursos. (Foto:Divulgação)

8. A cor errada da caneta elimina o candidato.
Verdade. O candidato precisa ficar atento ao edital e respeitar a cor da caneta recomendada na hora de preencher o gabarito. Se ele usar caneta preta sendo que a recomendação era tinta azul, sua prova simplesmente não será corrigida.

9. Candidatos com nome sujo não podem prestar concurso.
Mito. O candidato que está com o nome sujo na praça pode participar do concurso público, mas existe a possibilidade de enfrentar restrições em processos seletivos para o setor bancário ou fiscal.

10. Quem deixou de votar não pode assumir cargo público.
Verdade. O candidato que não cumpriu com o seu dever eleitoral é impedido de tomar posse.

Top