Mitos e verdades sobre AIDS

A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença que gera muitos mitos em todo o mundo. A doença que ataca o sistema imunológico…

A AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é uma doença que gera muitos mitos em todo o mundo. A doença que ataca o sistema imunológico é causada pelo vírus HIV, sendo transmitida principalmente pelo contato sexual sem proteção. Saiba mais sobre o assunto e confira os mitos e verdades sobre a AIDS.

A AIDS gera muitos mitos e verdades. (Foto: divulgação)

AIDS no Brasil

De acordo com dados fornecidos pelo Ministério da Saúde, os números de casos de AIDS no Brasil permaneceram estáveis na última década. No ano de 2001 foram registrados 30.237 casos nos e 10.948 óbitos. Em contrapartida, no ano de 2011 outras 38.776 pessoas foram diagnosticadas com AIDS e 12.044 morram devido a doença.

Isso mostra a realidade preocupante de que a maior parte da população brasileira desconhece as formas de transmissão e também de prevenção do vírus HIV. Além disso, a falta de conhecimento sobre a doença leva ao preconceito contra os portadores da doença.

O sexo sem proteção é um fator de risco para transmissão da AIDS. (Foto: divulgação)

Mitos e verdades sobre AIDS

1. AIDS e HIV são a mesma coisa.

Mito. O HIV é o nome dado ao vírus sexualmente transmissível, responsável por gerar a doença. A AIDS é uma condição fisiológica que pode se desenvolver em pessoas portadoras do vírus. Uma pessoa com AIDS tem seu sistema de defesa debilitado, o que favorece para o surgimento de infecções oportunistas. Ou seja, Primeiramente a pessoa se infecta pelo vírus HIV, fica vários anos com o vírus e não manifesta grandes problemas. A partir do momento que o organismo fica debilitado e sintomas graves aparecem, então dizemos que a pessoa está com AIDS.

2. A AIDS pode levar o indivíduo à morte.

Leia Também:  1 de dezembro - Dia da prevenção a AIDS

Verdade. Quando não tratada, a AIDS pode levar a pessoa à morte devido às doenças oportunistas que surgem, já que o sistema de defesa está prejudicado.

3. O diagnóstico precoce do HIV e o tratamento correto permite uma vida normal ao portador.

Verdade. As pessoas que identificam o vírus precocemente e fazem corretamente o tratamento conseguem ter uma vida muito parecida com a de uma pessoa que não é portadora do vírus. A única diferença é que ela precisará tomar medicamentos de maneira continua.

4. O HIV pode ser transmitido pelo sexo oral.

Verdade. Apesar de o risco ser menor, é possível contrair o vírus pelo sexo oral. A AIDS é transmissível pelo contato sexual, ou seja, o sexo oral pode levar ao contágio através de uma lesão bucal.

5.  A AIDS pode ser transmitida pelo uso de copos e talheres de um indivíduo contaminado.

Mito. Os copos, pratos e talheres que não tenham contato com líquidos corporais do individuo podem ser usados sem risco de transmissão. O ideal é não usar objetos pessoais como alicates de unha e barbeadores, pois eles oferecem risco maior.

O HIV é o vírus causador da AIDS. (Foto: divulgação)

A AIDS é uma doença transmitida principalmente pelo contato sexual. Ela causa deficiência imunológica no indivíduo, levando-o a apresentar sérias complicações. O número de casos de AIDS preocupa o Ministério da Saúde, pois isso mostra que as pessoas não tem conhecimento sobre a transmissão e prevenção da doença.

Top