Ministro do Esporte acusado de corrupção é defendido pela Casa Civil

Gleisi Hoffmann, ministra-chefe da Casa Civil, saiu hoje, segunda-feira (17) em defesa do ministro do Esporte Orlando Silva, que está na mira de denúncias…

Por Editorial MDT em 17/10/2011

Gleisi Hoffmann, ministra-chefe da Casa Civil, saiu hoje, segunda-feira (17) em defesa do ministro do Esporte Orlando Silva, que está na mira de denúncias de corrupções.

Reuniram na tarde de ontem, Gleisi, Orlando e Gilberto Carvalho, ministro da Secretária-Geral da Presidência da República para obter mais dados sobre o caso. No entanto, Gleisi negou que o ministro do Esporte teria sido “convocado”.

Os ministros apoiaram a decisão de Orlando ir ao Congresso Nacional se defender. Segundo a liderança do PC do B (partido do ministro), ele deve prestar depoimento em uma das comissões do Senado ou da Câmara. Se não houver mais denúncias de Orlando ele continuará no posto.

O ministro teve de cancelar sua agenda em Guadalajara (México), onde assistiria aos jogos Pan-Americanos, para se defender das denúncias realizadas. Orlando já deu uma série de entrevistas. Segundo reportagem da revista “Veja”, Orlando recebeu propina de até 20% de organizações não-governamentais, os quais possuíam convênios para prestação ao Ministério do Esporte.

A revelação partiu do policial militar do Distrito Federal João Dias Ferreira. Segundo o policial, ele soube por um dos operadores do esquema que o ministro recebia dinheiro na garagem.

A presidenta Dilma Rousseff está sendo informada constantemente sobre o caso. Até o momento o governo não pensa em substituir Orlando, que conta, principalmente, com o apoio do seu partido.

Top