Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS

O Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS, a medida foi aprovada e passará a valer a no ano de 2016. Saiba…

Por Isabella Moretti em 30/12/2015

O Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS, a medida foi aprovada e passará a valer a no ano de 2016. Saiba mais sobre o programa e as novas regras para o financiamento dos imóveis.

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS. (Foto Ilustrativa)

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS. (Foto Ilustrativa)

O Minha Casa Minha Vida 3 será lançado em 2016 com muitas mudanças. Além da criação de uma nova faixa de renda familiar e da alteração de valores para o financiamento, o governo federal decidiu que parte do orçamento das obras será custeado pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Veja também: Minha Casa Minha Vida – Cidades Programa

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS. Nas edições anteriores o Fundo de Garantia era usado apenas para custear com os subsídios dos imóveis financiados por famílias das chamadas faixas 2 e 3, nas quais a renda familiar varia entre 2.350 e 6.500 reais.

A partir de 2016, no Minha Casa Minha Vida 3, o FGTS também irá cobrir os gastos com obras de casas destinadas a famílias com renda de até 1.800 reais, a faixa 1, considerada com o menor poder aquisitivo do programa. No entanto, o uso do Fundo só será permitido quando a construção dos imóveis estiver concluída em pelo menos 70%.

O FGTS pode ser usado na hora de financiar a casa própria. (Foto Ilustrativa)

O FGTS pode ser usado na hora de financiar a casa própria. (Foto Ilustrativa)

A previsão é que 90% das receitas do MCMV 2016 seja custeado pelo FGTS. Em 2015, o valor retirado do Fundo foi de aproximadamente 3,3 bilhões, para 2016, o novo orçamento permite o valor de 4,8 bilhões de reais.

Leia também: Minha Casa Minha Vida, inscrições

Sobre o Minha Casa Minha Vida 3

A mudanças no Minha Casa Minha Vida 3 foram adotadas para que todas as obras em andamento sejam terminadas dentro do prazo estabelecido e permitir mais recurso financeiro para o término de todos os lotes. O objetivo é fazer com que nenhum dos beneficiados seja prejudicado pelo programa federal.

Mais de 1 milhão de novas residências do Minha Casa Minha vida estão em construção. O programa continuará ativo nos próximos anos, porém com algumas mudanças. Além do uso do FGTS, uma nova faixa de renda familiar compõe o programa, a faixa 1,5 com valores entre 1.800 e 2.350 mil reais.

O Minha Casa Minha Vida 3 entrará em vigor com novidades. (Foto Ilustrativa)

O Minha Casa Minha Vida 3 entrará em vigor com novidades. (Foto Ilustrativa)

A faixa 1 (renda de até 1.800 reais), foi beneficiada com as mudanças. As famílias com renda de até 1,2 mil reais deverão comprometer apenas 10% do salário com o pagamento das parcelas. E as que recebem entre 1,2 mil e 1,6 mil reais, não poderão assumir financiamentos com prestações com valor 15% maior que a renda total da família.

Leia também: Minha casa minha vida, novas regras

Minha Casa Minha Vida deverá ser financiado com FGTS apenas em 2016 e apenas imóveis para a faixa 1 do programa deverão receber os recursos. Continue no Mundo das Tribos e veja outras matérias sobre imóveis.

 

Top