Métodos anticoncepcionais de longa duração: quais são

Apesar de haver vários tipos de métodos contraceptivos, cada dia mais aumenta a busca das mulheres pelos métodos de longa duração, principalmente pelas que…

Apesar de haver vários tipos de métodos contraceptivos, cada dia mais aumenta a busca das mulheres pelos métodos de longa duração, principalmente pelas que não planejam engravidar nos próximos anos ou que não desejam ter filhos. Saiba mais sobre o assunto e veja quais são os métodos anticoncepcionais.

Os métodos contraceptivos previnem a fecundação. (Foto: divulgação)

Métodos contraceptivos

De acordo especialistas em ginecologista, a procura por esse tipo de contracepção tem sido cada vez maior, principalmente em mulheres jovens na faixa dos 18 anos. Trata-se de um movimento muito interessante, cada vez mais as mulheres estão procurando novos contraceptivos de longa duração, não só para evitar a gravidez, mas para reduzir outros problemas, como os sangramentos intensos.

Os métodos de longa duração podem ser uma excelente opção também para as mulheres que se esquecem de tomar pílulas diariamente. Porém, é importante não se esquecer de que os métodos de longa duração não previnem as doenças sexualmente transmissíveis. Em todas as situações, o método deve ser prescrito, inserido e acompanhado pelo médico. O mais importante é conversar com o especialista para saber qual o contraceptivo mais indicado.

O DIU é um método contraceptivo de longa duração. (Foto: divulgação)

Quais são os métodos contraceptivos de longa duração

1. Implante subcutâneo: trata-se de um pequeno bastão de hormônio sintético parecido com a progesterona, que deve ser implantada no antebraço com anestésico local através de uma microcirurgia. Esse procedimento pode durar até 3 anos.

2. SIU hormonal: parecido com o DIU em formato, porém é feito de material plástico e contém um dispositivo com 52 mg de hormônio sintético levonorgestrel, liberado somente em pequenas doses ao longo de cinco anos na região uterina.  É altamente eficaz e oferece a vantagem de praticidade posológica e a menstruação tende a reduzir ainda mais, podendo até se ausentar.

Leia Também:  Contraceptivo ideal após a gravidez

3. DIU de cobre:peça pequena de plástico que fica inserida no útero feminino, com efeito espermicida, destruindo os espermatozoides e através da ação dos fios de cobre, a fecundação é impedida. Dependendo do tipo escolhido, pode durar em torno de 3 a 10 anos.

Consulte um especialista para saber qual o mais indicado. (Foto: divulgação)

Os métodos contraceptivos são cada dia mais procurado pelas mulheres que não desejam ter filhos ou fazer um método de barreira definitivo. Dentre os principais contraceptivos não orais estão os de longa duração, que atuam na prevenção da fecundação. Aposte nas dicas de métodos contraceptivos de longa duração e elimine os efeitos colaterais dos anticoncepcionais orais e da cirurgia de laqueadura. Não se esqueça de que esses métodos não previnem doenças sexualmente transmissíveis, por isso é necessário utilizar um método de barreira, como a camisinha.

Top