Mesmo com aquisição, Google não dará vantagens a Motorola com Android

Eric Schmidt, do Google, disse em visita a Seul, que a Motorola Mobility, não receberá tratamento diferenciado em relação aos outros parceiros. Em agosto,…

Eric Schmidt, do Google, disse em visita a Seul, que a Motorola Mobility, não receberá tratamento diferenciado em relação aos outros parceiros. Em agosto, a empresa foi comprada pelo gigante de buscas por US$ 12,5 bilhões, gerando certa desconfiança, principalmente da coreana Samsung, que é hoje, a maior fabricante de smartphones e principal utilizadora do Android. As informações são da agência de notícias Reuters.

Com a reafirmação, Eric tenta firmar a parceria já existente com Samsung e HTC, empresas que participam de disputas jurídicas com a Apple, que acaba de entrar no mercado com o IOS 5, principal concorrente do sistema Android.

Sobre quem veio primeiro, o executivo diz que “os esforços para a criação do Android são anteriores aos da criação do iPhone”. A afirmação de Schmidt é uma resposta direta aos críticos do Android, que atacam o sistema dizendo que o programa do Google é uma cópia do IOS, da Apple.

Eric Schmidt, ex-CEO do gigante de buscas, e atual chairman, aproveitou sua visita à Coreia do Sul para encontrar executivos da Samsung, LG, SK Telecom, KT Corp e LG. Além das empresas parceiras, o executivo encontrou o presidente sul-coreano Lee Myung-bak, e prometeu utilizar o canal do Google no YouTube para divulgar a música pop coreana, que atualmente é chamada de “onda coreana”.

Top