Melhores Pomadas para Ferimentos

O tratamento de feridas pode ser algo complicado quando não se tem informações sobre o assunto. Muitas pessoas utilizam a automedicação quando algum ferimento…

O tratamento de feridas pode ser algo complicado quando não se tem informações sobre o assunto. Muitas pessoas utilizam a automedicação quando algum ferimento atinge o corpo, mesmo sem saber se o resultado será satisfatório e sem perceber haver possíveis contra-indicações. Com tudo isso, é primordial que a pessoa saiba identificar a gravidade do ferimento, assim como perceber o quão infeccioso ele é, a necessidade de se manter o local limpo e tantas outras informações que, se bem conhecidas, podem ajudar no tratamento.

Mas está entre as primeiras coisas feitas pelas pessoas, a aplicação de pomadas em ferimentos. Por isso, este texto expõe algumas informações e dicas a respeito de ferimentos, para que a prudência e o bom senso sejam os principais fatores na aplicação de qualquer medicação, em caso de necessidade.

Primeiramente, sem necessitar ter conhecimento sobre termos e procedimentos técnicos, relacionados à medicina e enfermagem, saber sobre a anatomia da pele pode ajudar muito, visto que é, simplesmente, um conjunto de informações sobre o seu próprio corpo. São três nomes que você deve guardar, Epiderme, Derme e Hipoderme. Epiderme é a camada exterior da Derme, e é o termo utilizado para diferentes tecidos, é composto por várias camadas e envolve toda a pele. Já a Derme, é uma camada profunda da pele. É a camada onde se começa a irrigação sanguínea e a terminação nervosa. A Hipoderme, também conhecido como tecido celular subcutâneo, é uma camada localizada abaixo da Derme, e se une, de modo não muito firme, aos órgãos adjacentes.

Agora, você já sabe o básico sobre a pele. Obviamente, não se trata somente disso, pois somente a epiderme já contém outras camadas que são estudadas pelos especialistas, como a camada Basal, a Espinhosa, a Granulosa, a Lucida, a Cornea, mas, para um conhecimento superficial, basta ter alguma informação acerca das três primeiras, citadas anteriormente. A fonte destes dados é o site da Wikipedia, estando ao alcance de dos internautas.

Leia Também:  Tratamento Natural para Sinusite

Outro detalhe que pode ser conhecido é a classificação das feridas ou ferimentos, de acordo com o ponto de vista profissional. Apesar dos termos serem técnicos, o conjunto de nomes pode ser considerado como intuitivo e, no momento de receber ou ler alguma orientação relacionada, o conhecimento destes nomes pode ajudar. Em uma classificação de ferimentos, os profissionais vão analisar primeiramente a causa, depois o estágio da lesão, a etiologia (termo técnico para designar o estudo da causa do ferimento), após isso, é verificada se a ferida está limpa, contaminada ou infectada.

Novamente, a análise do ferimento não se restringe a estes simples passos, mas o reconhecimento da ferida pode ser informado a um profissional, ou até mesmo a um farmacêutico, para que seja indicada uma pomada eficiente. A principal orientação é, muita atenção com a automedicação, que é razão de considerável porcentagem das infecções, más cicatrizações, ou não cicatrização. Outra dica, cuidado com as pomadas milagrosas. Busque sempre uma orientação profissional.

Top