Sibutramina: O remédio que fará você emagrecer

A Sibutramina é um medicamento usado de modo controlado para tratamento contra a obesidade em algumas pessoas. Para dar início ao tratamento a base…

A Sibutramina é um medicamento usado de modo controlado para tratamento contra a obesidade em algumas pessoas. Para dar início ao tratamento a base de Sibutramina são feitos umas série de exames antes do uso do medicamento. Como todo medicamento que se prese, existem contra indicações e alguns efeitos colaterais.

Sibutramina

Melhor Remédio para Emagrecer Sibutramina – Moderador de Apetite (Foto: Exame/Abril)

Sibutramina: Moderador de Apetite

Inibidor de apetite mais receitado e vendido do Brasil, a sibutramina é apontada por muitos médicos como uma das armas mais importantes para combater a obesidade. Mas há também muitos profissionais da área de saúde que pensam diferente sobre o remédio ser o melhor remédio para emagrecer, tanto é que a substância chegou a ter a venda proibida no país.

A proibição acabou durando pouco, mas a venda da sibutramina passou a ser mais controlada e monitorada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Atualmente, esse remédio emagrecedor só é vendido sob prescrição médica, com a receita ficando retida na farmácia.

Sibutramina é o melhor remédio para emagrecer?

Considerada por muitos como o melhor remédio para emagrecer, a substância é geralmente recomendada para os pacientes com grau de obesidade 1 (Índice de Massa Corpórea entre 30 e 34,9), grau 2 (IMC entre 35 e 39,9) e grau 3 (IMC acima de 40).

Mas por outro lado, há os riscos de usar sibutramina, como a possibilidade de elevar a frequência cardíaca e de aumentar a pressão arterial, entre outros. Ou seja, as pessoas que sofrem com problemas de pressão ou doença do coração não podem usar o remédio, devendo optar por outros métodos de emagrecimento.

Leia Também:  Pare de fumar com 5 dicas incríveis

Por causa disso, é importantíssimo se consultar com o médico antes de utilizar a sibutramina, para evitar quaisquer riscos à sua saúde. Além disso, com o acompanhamento médico, as chances de que o tratamento seja muito mais eficaz são maiores.

Como a sibutramina age no organismo

Inicialmente desenvolvida como antidepressivo, a sibutramina age no sistema nervoso central, particularmente sob dois neurotransmissores, a noradrelanina e a serotonina. Ao ser usada, ela provoca a sensação de saciedade, fazendo com que o usuário se sinta satisfeito ingerindo uma menor quantidade de alimento.

Assim, ela facilita o controle da ingestão de calorias, auxiliando na reeducação alimentar e contribuindo para a perda de peso.

Os efeitos colaterais da sibutramina

Os principais efeitos colaterais da sibutramina são:

  1. Boca seca;
  2. Náuseas;
  3. Alterações no paladar
  4. Ansiedade;
  5. Constipação;
  6. Insônia;
  7. Delírios;
  8. Sudorese;
  9. Dor de cabeça;
  10. Taquicardia;
  11. Elevação da pressão sanguínea.

Contraindicações da sibutramina

Também é preciso ficar atento às contraindicações da sibutramina:

  • Condições psiquiátricas como bulimia, anorexia, depressão profunda ou manias pré-existentes;
  • Hipersensibilidade ao medicamento;
  • Tratamentos com outros inibidores ou antidepressivos;
  • Hipertensão não controlada;
  • Hipertensão pulmonar;
  • Lesões em válvulas cardíacas;
  • Doença coronária;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Arritmia séria;
  • Infarto do miocárdio anterior;
  • Infarto ou ataque isquêmico transiente;
  • Hipertiroidismo;
  • Mulheres grávidas ou lactantes

Principais dúvidas sobre a sibutramina

Para uma consulta apenas informativa, o usuário pode encontrar a bula em diversos sites da internet. O mais indicado, com  informações reais dos remédios, é o Medicina Na Net, onde está disponível a bula deste remédio que todo mundo fala. Você pode clicar aqui e ter mais informações sobre este remédio, informações que estão contidas na bula do remédio que acompanha o produto na caixa.

Preços da Sibutramina

Grandes farmácias como Drogaria São Paulo vendem este produto e os preços partem em média de R$ 20 reais. Você pode também pesquisar os valores em buscadores como Google e também o Buscapé, este que compara os preços dos produtos, mesmo que remédio.

Leia Também:  Melhores remédios para emagrecer

Sibutramina precisa de receita médica?

Para comprar o remédio é preciso da receita médica.

Como tomar Sibutramina?

As instruções são indicadas pelo médico. Na bula, há uma instrução de tomar um dose inicial de 1 cápsula de 10 mg por dia logo pela manhã, não sendo necessário comer. Na bula, ainda há um alerta, pois se o paciente não perder nem 2 kg nas primeiras quatros semanas de tratamento, o médico deverá fazer uma nova receita reconsiderando as instruções anteriores. No remédio, é possível ainda ler que o mesmo é “seguro e efetivo” por até 24 meses e essa afirmação foi feita por estudos por grandes especialistas.

Efeitos Colaterais da Sibutramina

No sistema cardiovascular, os remédios para emagrecer pode trazer efeitos colaterais como taquicardia, palpitações, aumento da pressão arterial/hipertensão, vasodilatação (ondas de calor). Já no gastrointestinal, o usuário pode ter constipação, náuseas, piora da hemorroida. No sistema nervoso central sintomas como boca seca, insônia, delírios, parestesia, cefaleia e ansiedade podem ser comuns. Sudorese e alteração do paladar também pode ocorrer. Essas informações estão contidas na bula do remédio!

Top