Melhor cartão pré-pago para viagem

Uma das melhores formas de gastar dinheiro durante a viagem internacional é através do cartão pré-pago. Este recurso é indicado para quem busca conforto…

Uma das melhores formas de gastar dinheiro durante a viagem internacional é através do cartão pré-pago. Este recurso é indicado para quem busca conforto e segurança na hora de arcar com os gastos no exterior.

O cartão pré-pago oferece segurança, comodidade e ajuda a fazer economia com os gastos no exterior. (Foto:Divulgação)

Saiba mais: Cartão de crédito pré-pago: vantagens, como usar

Vantagens do cartão pré-pago internacional

Graças ao cartão pré-pago, o turista não precisa mais criar esconderijos para esconder dinheiro na bagagem. O recurso tem uma determinada quantia de crédito, que pode ser usada tranquilamente durante a viagem.

Com grande aceitação no mercado, o cartão pré-pago pode ser usado como forma de pagamento em lojas, restaurantes, bares, casas noturnas, entre outros estabelecimentos no exterior.

Muitas pessoas estão recorrendo ao cartão pré-pago internacional não só porque é uma alternativa econômica, mas também porque é uma ótima forma de evitar roubos, algo que nem sempre é possível com o dinheiro em espécie. O turista também acaba usufruindo de maior comodidade, pois não precisa procurar casas de câmbio oficiais para trocar a moeda.

Bancos privados e corretoras oferecem o cartão pré-pago, mas é importante comparar os serviços para não pagar mais caro. (Foto:Divulgação)

O melhor cartão pré-pago

Na hora de escolher o melhor cartão pré-pago, o turista deve ficar atento à taxa de IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros). O cartão de crédito, por exemplo, não é uma boa forma de pagamento no exterior porque o seu IOF é de 6% e ele está vulnerável a variação cambial.

Os principais bancos brasileiros e as corretoras de câmbio já trabalham com cartão pré-pago internacional. A taxa de IOF é de 0,38% e pode ser abatida em reais. A instituição financeira escolhida estipula, ainda, um limite mínimo ou máximo de saldo para o cartão.

Leia Também:  Como abrir Conta Poupança no Bradesco

Apesar dos muitos atrativos do cartão pré-pago, o turista precisa ficar atento para não acabar pagando mais caro pelo serviço. De acordo com um levantamento do Banco Central, os bancos privados dobram as suas taxas e encarecem o recurso. Por isso, procurar uma corretora pode ser mais vantajoso do que recorrer ao próprio banco.

O Visa Travel Money é uma opção. (Foto:Divulgação)

Antes de escolher o cartão pré-pago, o viajante precisa comparar as tarifas e vantagens. Ele deve verificar se a instituição trabalha com a moeda necessária, qual a tarifa de emissão, carga e recarga, as taxas por saque e os limites de carga e recarga.

O melhor cartão pré-pago deve ser escolhido de acordo com a situação. Por exemplo, se o turista quer usufruir de vários tipos de moedas e pagar uma taxa de emissão acessível, ele deve optar pela corretora Rendimento, que trabalha com a bandeira Visa. A Confidence também segue a mesma linha e representa uma ótima opção.

Os bancos privados que trabalham com cartão pré-pago internacional são: Bradesco, Itaú Unibanco, HSBC, Paulista, Safra e Daycoval. Os turistas devem tomar cuidado com o Bradesco, pois a taxa de emissão, carga e recarga é uma das mais caras do segmento, cerca de 40 reais.

Veja também: Cartão de crédito pré pago Bradesco

Top