Matrimônio atenua comportamento hostil em homens

Segundo uma análise dirigida por especialistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, casar tende a atenuar comportamento hostil em homens. Por um lado,…

Imagem: (Foto Divulgação)

Segundo uma análise dirigida por especialistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, casar tende a atenuar comportamento hostil em homens. Por um lado, são os homens menos problemáticos que tendem a casar mais cedo, notou o estudo; por outro, quando casados, seu grau de comportamento hostil atenua ainda mais.

A pesquisa acompanhou informações de 289 pares de gêmeos, que foram estudados à idade de 17 anos (quando nenhum voluntário era casado), 20, 24 e 29 anos (quando 60% estavam casados).

O estudo através de indivíduos identicamente genéticos foi vestido para advertir esclarecimentos genéticos para as alterações de comportamento.”Nossos resultados indicam que a redução da taxa de comportamento antissocial em homens casados é mais complicada que pensávamos”, disse a coordenadora do estudo, S. Alexandra Burt, professora associada de psicologia e geneticista comportamental da universidade.

“O casamento em geral é positivo para os homens, pelo menos em termos de reduzir o comportamento antissocial. Mas os dados também indicam que a definição de quem se compromete com o casamento não é aleatória.”

Segundo uma tese divulgada na revista Archives of General Psychiatry, os especialistas advertem que homens com condições mais baixas de comportamento antissocial aos 17 e 20 anos possuem mais chances de estarem casados à idade de 29 anos.

Alexandra destacou que, em relação ao seus irmãos gêmeos solteiros, os gêmeos casados perceberam estar menos envolvidos em ocorrências de comportamento antissocial. Para os autores do estudo, a explicação pode não estar absolutamente no casamento, mas sim no fato de que o matrimônio estimula os comportamentos sociais e restringe o tempo passado com amigos menos comportados.

Nos matrimônios mais intensos, a consequência conjugal de atenuar os comportamentos antissociais são ainda mais evidentes, afirmaram os autores da pesquisa.






Top