Massagem para diminuir retenção de líquidos

Confira dicas de Massagem para diminuir retenção de líquidos. A retenção de líquidos atinge 8 a cada 10 mulheres e pode ser facilmente confundida…

Por Redacao em 20/11/2014

Confira dicas de Massagem para diminuir retenção de líquidos. A retenção de líquidos atinge 8 a cada 10 mulheres e pode ser facilmente confundida com quilinhos a mais por causa do inchaço que acontece em algumas partes do corpo como pernas, pés e barriga. As causas para retenção de líquidos são muitas, o problema pode surgir por questões hormonais, variações de pressão sanguínea, alimentação inadequada com excesso de sal, sedentarismo, excesso de proteínas no sangue, problemas posturais, entre outros. Existem diversos tipos de massagem para diminuir retenção de líquidos e elas podem ser feitas em casa por você mesma ou por algum profissional em uma clínica.

Confira: Drenagem linfática passo a passo

Massagem para diminuir retenção de líquidos - Existem diversas massagens que podem aliviar a retenção de líquidos (Foto: Divulgação)

Massagem para diminuir retenção de líquidos

Confira abaixo uma massagem para diminuir retenção de líquidos:

  1. Passe creme ou gel sobre a área completa do abdômen. Com as palmas das mãos bem abertas, faça movimentos em efeito de circulo e no sentido horário. Para que melhore a circulação e o funcionamento do corpo, faça uma leve pressão. Faça o movimento por 5 minutos.
  2.  Em seguida empurre a gordura da região abdominal, do umbigo para a virilha. Faça também uma leve pressão, faça esse mesmo movimento por 3 minutos e pressionando bem a área.
  3.  Com as palmas das mãos na cintura, deslize os dedos com pressão até a região do umbigo e descendo pela virilha. Puxe com o auxilio das duas mãos, os culotes da lateral da cintura, um de cada lado e com bastante pressão. Faça esse mesmo movimento por cerca de 3 minutos.
  4. No glúteo, coxas e virilha repita o primeiro passo de realizar movimentos circulares sobre a área, com uma pequena pressão. Depois de 3 minutos nesse movimento, deslize as mãos dos joelhos em direção aos glúteos e virilhas.
Leia também: Drenagem linfática, como funciona

Faça esta massagem sempre que se sentir inchada (Foto: Divulgação)

Causas da retenção de líquido

Existem diversas causas para a retenção de líquido acontecer, como variações de pressão sanguínea regional, quantidade de proteínas no sangue, quantidade de sais disponíveis no corpo, ação da força da gravidade, sedentarismo, entre outros fatores como:

  •    problemas renais, cardíacos ou hepáticos;
  •    doenças da tireoide que provocam um tipo específico de edema;
  •   remédios, como alguns anti-hipertensivos, que podem alterar a permeabilidade dos vasos sanguíneos;
  •     reações inflamatórias, como as que ocorrem em reações alérgicas, que alteram a capacidade dos vasos de manter-se competentes contra o extravasamento líquido.

Inchaço ou quilinhos a mais? (Foto: Divulgação)

Os sintomas geralmente são inchaços em regiões mais suscetíveis ao acúmulo de líquidos. Isso ocorre nas pernas, nas costas de pessoas que ficam deitadas por muito tempo ou em regiões mais propensas à ação da força da gravidade.

Como evitar a retenção de líquido

Há diversas maneiras de evitar a retenção de líquido a principal forma é descobrir a real causa deste problema. Caso seja alterações hormonais ou alimentação inadequada, a dica é tomar bastante água que ajuda a estimular o trabalho dos rins, melhorando assim a circulação. Mudanças de hábito também são fundamentais para quem deseja evitar a retenção de líquido, por isso a dica é investir em alimentação saudável com frutas, verduras e legumes, diminuir o sal da comida, assim como os alimentos condimentados.

Leia mais: Formas de turbinar sua drenagem linfática

Existem diversas maneiras para evitar a retenção de líquidos (Foto: Divulgação)

O excesso de peso é outro fator agravante e contribui muito para a retenção de líquido, pois dificulta à circulação de sangue, por isso a prática de exercícios físicos é outra dica muito importante para evitar o inchaço, pois os exercícios estimulam a circulação sanguínea, fazendo com que o fluxo de líquidos e nutrientes circule pelo corpo.

Top