Marcha das Vadias: saiba mais sobre o movimento

No último sábado (27), aconteceu a Marcha das Vadias no Rio de Janeiro. O evento reuniu cerca de mil manifestantes e foi realizado ao…

No último sábado (27), aconteceu a Marcha das Vadias no Rio de Janeiro. O evento reuniu cerca de mil manifestantes e foi realizado ao mesmo tempo do encontro da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

A Marcha das Vadias é o grito das mulheres contra o machismo. (Foto:Divulgação)

Marcha das Vadias em dia de JMJ

O grupo formado por mulheres saiu às 5h20 de Copacabana, pela Avenida Atlântica e seguiu até Ipanema pela Avenida Vieira Souto. Com corpos pintados e cartazes, as manifestantes pediam o fim da violência contra mulher, legalização do aborto e a liberação do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

O protesto tomou conta das areias de Copacabana e chegou a invadir o espaço o reservado para a Jornada Mundial da Juventude. Quando o grupo passou pelos fiéis, houve trocas de hostilidades.

Saiba mais sobre a Marcha das Vadias

A Marcha das Vadias é um movimento que surgiu em Toronto, no Canadá, a partir de um protesto que aconteceu no dia 3 de abril de 2011. Na época, vários casos de abuso sexual foram registrados na Universidade de Toronto, o que fez o policial Michael Sanguinetti pedir para que as mulheres evitassem se vestir como vadias. Muitas canadenses ficaram indignadas com a observação machista.

A Marcha das Vadias se originou no Canadá. (Foto:Divulgação)

O movimento intitulado ironicamente de Marcha das Vadias ganhou fama principalmente ao protestar contra a crença de que as mulheres vítimas de estupro tinham provocado a violência sexual com o comportamento.

As participantes da Marcha das Vadias se mobilizam contra o machismo e chegam a contar os seus próprios casos de estupro para despertar a conscientização. Durante a marcha, as mulheres não usam apenas roupas casuais, elas procuram chamar atenção com trajes transparentes, salto alto, sutiã e pintura corporal.

Leia Também:  Trabalhe Conosco Itautec

Os ideais defendidos pela Marcha das Vadias se internacionalizaram. O movimento já passou por Los Angeles, Chicago, Buenos Aires e Amsterdã. No Brasil, as manifestantes saíram às ruas em São Paulo, Vitória, Recife, Fortaleza, Salvador, Goiânia, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, João Pessoa, Rio de Janeiro, entre muitas outras cidades.

As manifestantes pedem o fim da violência contra a mulher. (Foto:Divulgação)

A primeira Marcha das Vadias no Brasil aconteceu em São Paulo, mais precisamente no dia 4 de junho de 2011. Segundo a antropóloga Julia Zamboni, o movimento é organizado por feministas que lutam por igualdade de gênero.

A Marcha das Vadias tem ganhado cada vez mais notoriedade, principalmente diante dos números alarmantes de violência sexual. Acredita-se que, em média, 15 mil mulheres são estupradas por ano no Brasil.

Top