Marcas que reforçam o conceito de sustentabilidade

A sustentabilidade está cada vez mais presente nas organizações e nas empresas. Natura e Bossa Nove são as empresas que destacam-se neste mercado cada vez mais dinâmico. […]

Por Redacao em 25/11/2011

O termo sustentabilidade é demasiadamente falado hoje em dia e geralmente é associado ao meio ambiente e à natureza. Só que não é apenas isso. Philip Kotler, considerado o papa do marketing, afirma em seu livro Marketing 3.0 que as grandes empresas só conseguirão sobreviver se estiverem carregando em seus valores esse tema tão emergente da atual sociedade. Mas as organizações não devem estar somente ligadas à natureza, elas devem estar ancoradas em valores do bem-estar social e econômico de todos.

Natura é um exemplo de empresa baseada na sustentabilidade 

Algumas marcas já estão preocupadas com isso e um grande exemplo no Brasil é a Natura, empresa de cosméticos e higiene pessoal. É uma empresa cuja preocupação central está em torno da criação de valor para a sociedade, com resultados interligados nas áreas ambiental, econômica e social, exatamente o tripé da sustentabilidade tão falada pelo teórico Kotler.  A produção de seus bens de consumo é feita por pessoas que de comunidades tradicionais que podem contribuir com o seu conhecimento para o desenvolvimento da empresa. O que acontece é que são produzidos produtos que não são desperdiçados e aproveitam-se todos os recursos naturais.

Empresa de cosméticos investe nesta visão de mundo tão atual 

Um outro exemplo de marca que tem como um dos seus lemas a sustentabilidade é a Bossa Nove, que atua no ramo da beleza com linhas de produtos capilares orgânicos e que não afetam a natureza de modo degradante. Possui, por exemplo, um método de fazer mechas (Roll Meches Colors) em que não há necessidade do uso do papel alumínio. Dessa forma, os profissionais gastam menos tempo quando estão descolorando o cabelo de clientes, ainda os gastos diminuem e o não desequilibra o ecossistema.

 O consumidor deve ser considerado em todo o seu ser

Essas marcas já estão de olho não somente no consumidor, mas além disso, no espírito dele, na forma que ele tem de se relacionar social e economicamente em meio a um determinado ambiente, nas maneiras como ele lida com as questões culturais e muitas outras. Dessa forma, esses clientes vão estar muito bem sintonizados com as organizações que levarem tais questões a sério e a tendência é essa prática  se disseminar.

Top