Malha Fina Imposto de Renda

Malha Fina Imposto de Renda

Malha fina imposto de renda   Saiba todas as informações sobre a malha fina do imposto de renda e veja o que fazer quando…

Por Redacao em 23/12/2009

Malha fina imposto de renda

 

Saiba todas as informações sobre a malha fina do imposto de renda e veja o que fazer quando estiver nessa situação

 

O que é a malha fina imposto de renda? É a situação de quando os contribuintes têm as declarações retidas em malha fiscal, ou seja, quando há pendência ou irregularidade. Se você não recebeu a restituição do último lote neste mês, provavelmente faz parte desse grupo.

 

Malha fina imposto de renda

 

De acordo com a Receita Federal mais de 770 mil declarações foram para a malha fina neste ano. As pessoas que estão nesta situação não devem esperar o comunicado oficial para buscar regularizar a situação.

 

É aconselhável consultar online as pendências e a as causas para a situação de malha fina do documento.

 

Como consultar as causas de malha fina?

 

A situação da declaração do imposto de renda com todas as informações atualizadas pode ser consultada na página da Receita Federal. É preciso ir no serviço de Extrato do Processamento da DIRPF.

 

Para isso é preciso ter em mãos os dados solicitados e o código de acesso ou o certificado digital. Para gerar o código de acesso é preciso seguir as orientações que estão na própria página da Receita Federal.

 

Situações comuns de malha fina

 

Todos os anos milhares de brasileiros acabam caindo na malha fina, o que não é legal e pode causar transtornos, por isso é muito importante atenção e seriedade ao fazer a declaração.

 

Confira abaixo as principais situações de malha fina:

 

1) Informações incompletas e erros

 

Quando a declaração contém informações incompletas e incorretas, é preciso fazer a retificação do documento enviando um novo formulário com os novos dados. Para isso há duas opções a retificação online ou no próprio programa de declaração do imposto de renda.

 

2) Documento sem erros, mas com dúvidas

Em muitos casos, a declaração não contém erros, mas gerou dúvidas na análise realizada pela Receita. Assim, o contribuinte deve separar os documentos aguardar a intimação ou agendar online uma data e local para apresentar as justificativas antecipando a análise da declaração.

Todos os anos o agendamento para comprovação se inicia em janeiro.

A declaração foi liberada?

Para checar se a declaração foi liberada basta acessar a página da Receita ou ainda através do aplicativo de celular, disponível para sistemas Android e iOS.

Além disso, também é possível ligar para o Receitafone, através do número 146.

Todas as informações podem ser consultadas através do site da receita que contém todas as informações referentes ao IRPF, apresentação, declaração, processamento, pagamento, restituição, além de muito vídeos e notícias.

 

Declaração do Imposto de Renda – IRPF 2017

 

Todos os anos os contribuintes que se encaixam nos requisitos estabelecidos pela Receita Federal devem fazer a declaração anual referente ao exercício anterior.

 

Há um prazo estipulado para a entrega e aqueles que enviam antes tem mais chances de receberem a restituição ainda nos primeiros lotes.

 

Ainda não foram publicadas as informações oficiais sobre a declaração do imposto de renda 2017. Porém, deve seguir os mesmos padrões do ano de 2016 que teve um prazo estabelecido até o mês de abril.

 

 

Restituição do Imposto de Renda

 

A restituição é priorizada pela ordem de entrega da declaração do imposto, ou seja, aqueles que fizeram logo nos primeiros dias devem receber no primeiro lote. Já aqueles que deixarem para a última hora, devem ficar para o último lote.

 

Será possível checar o novo cronograma e valores dos lotes, orientações, consultas, alterar os dados bancários para a restituição de 2017 no site: Receita Federal – Restituição.

 

O valor a ser restituído pelo contribuinte é transferido na agência e conta bancária informados na declaração do imposto.

Top