Mais da metade dos partos feitos no Brasil são cesarianas

Isabella Moretti 18/11/2012 Bem Estar

De acordo com um levantamento realizado pelo Sinasc (Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos), mais da metade dos partos feitos no Brasil são cesarianas. A pesquisa constatou ainda que cerca de 1,5 milhões de bebês nasceram através de cesarianas no Brasil somente em 2010.

Dos partos realizados no Brasil, 52% são cesarianas. (Foto:Divulgação)

A grande ocorrência de cesáreas no Brasil mostra que o país está caminhando na contramão das recomendações da Organização Mundial de Saúde. Segundo a OMS, a proporção de cesáreas recomendadas deve ser de apenas 15%.

A grande ocorrência de cesarianas

Embora o número de cesarianas tenha aumentado significativamente nos últimos anos, os médicos alertam que o procedimento nem sempre é a melhor solução para a criança chegar ao mundo. Ao contrário do que muitas mamães de primeira viagem pensam, o parto normal é tão seguro quanto à cesariana e oferece uma série de vantagens no pós-operatório.

Alberto Jorge Guimarães, obstetra e ginecologista, afirmou que uma gestante bem orientada sempre acaba optando pelo parto normal, principalmente o humanizado. Este procedimento torna a experiência do recém-nascido mais leve e transforma o nascimento em um momento acolhedor.

Saiba mais: Parto cesárea: procedimento, riscos

Nem sempre a cesárea é a melhor opção. (Foto:Divulgação)

A cesárea se revela a melhor saída para a gestante que apresenta complicações, por isso é importante não ir contra a ideia da cirurgia quando ela for realmente recomendada pelo médico.

Se no Brasil o número de cesarianas superou o de parto normal, com 52%, nos outros países nem sempre isso acontece. Dos partos realizados no Chile, 40% são cesáreas. No México este mesmo percentual é de 34%, nos Estados Unidos é 26% e na Holanda é 14%.

Parto normal e cesariana: vantagens e desvantagens

A cesariana é considerada vantajosa porque oferece maior segurança para a mulher, que já possui alguns problemas de saúde, como diabetes e hipertensão. O procedimento também se revela a melhor opção quanto o feto não está na posição adequada para o parto normal. A cesárea também oferece comodidade, pois a mãe pode programar a data e o horário do nascimento do filho.

A cesariana oferece maior comodidade, mas a recuperação do pós-operatório é mais demorada. (Foto:Divulgação)

Embora a cesariana ofereça benefícios, ela pode prejudicar o bebê quando realizada no tempo errado. Existe o risco de o feto nascer prematuro, ou seja, antes do período necessário para o pleno desenvolvimento. A mãe também pode ser prejudicada com a cesárea, pois a recuperação é mais demorada e a cirurgia oferece maiores riscos de infecção.

No parto normal, o corpo da mulher está preparado para o nascimento do bebê, por isso ela conta com uma série de vantagens, como menor risco de infecção e recuperação rápida. O recém-nascido também é beneficiado pelo parto normal, pois não sofre com desconforto respiratório e se torna mais ativo ao nascer.

Veja também: Parto domiciliar, vantagens e desvantagens

Outros artigos

Unhas barrocas: como fazer

28/05/2013

Unhas barrocas: como fazer

A tendência da estampa barroca já se tornou uma febre, na moda. Com as unhas, não poderia ser diferente. Estes desenhos tão charmosos podem ser feitos por meio da co...

Linha De Maquiagem Vult

27/09/2010

Linha De Maquiagem Vult

A Vult é uma renomada marca de cosméticos, responsável por desenvolver produtos de qualidade em função da beleza feminina. A maquiagem dessa marca consegue desta...