Maiores incêndios que aconteceram no Brasil

Com a tragédia que aconteceu na boate de Santa Maria (RS), muitos brasileiros procuram saber sobre outros incêndios que aconteceram no Brasil e provocaram…

Por Isabella Moretti em 30/01/2013

Com a tragédia que aconteceu na boate de Santa Maria (RS), muitos brasileiros procuram saber sobre outros incêndios que aconteceram no Brasil e provocaram um grande número de vítimas fatais.

Tragédia do Gran Circus Norte-Americano (RJ). (Foto:Divulgação)

Os incêndios desastrosos que marcaram época tiveram diferentes causas, como a negligência dos proprietários, efeitos pirotécnicos e defeitos nos equipamentos. Em todos os casos, restou a tristeza das famílias das vítimas e a indignação das pessoas que acompanharam a punição dos culpados.

Saiba mais: Incêndio: primeiros socorros

Maiores incêndios que aconteceram no Brasil

Relembre a seguir os maiores incêndios que já aconteceram no Brasil até hoje, considerando o número de vítimas:

Tragédia do Gran Circus Norte-Americano (RJ)
Em 1961, o Gran Circus Norte-Americano foi tomado pelas chamas, matando 503 pessoas, sendo que 70% das vítimas fatais eram crianças. O incêndio foi criminoso e provocado por um ex-funcionário do circo, que tinha sido demitido e sofria de problemas psicológicos. Juntamente com dois comparsas, ele espalhou gasolina pela área do Gran Circus e ateou fogo na lona. As chamas se espalharam rapidamente por causa da parafina.

Boate Kiss, em Santa Maria (RS). (Foto:Divulgação)

Boate Kiss, em Santa Maria (RS)
O incêndio que aconteceu recentemente na boate Kiss, em Santa Maria, entra para a história como o segundo maior do país em número de vítimas fatais. A tragédia deixou 231 mortos e dezenas de feridos, sendo que maioria formada por jovens estudantes. O fogo começou na casa noturna por causa de um efeito pirotécnico, que entrou em contato com o material tóxico de isolamento acústico. Como o local estava lotado e só tinha uma saída, muitas pessoas morreram asfixiadas.

Edifício Joelma (SP)
Em 1974, um curto-circuito em um ar-condicionado resultou no incêndio do Edifício Joelma. Por causa dos móveis de madeira e do forro de fibra sintética, o fogo se alastrou rapidamente e impediu a saída das pessoas. A tragédia resultou em 180 mortos.

Edifício Joelma (SP). (Foto:Divulgação)

Vazamento em Cubatão (SP)
Em 1984, um vazamento espalhou centenas de litros de gasolina em uma favela de Cubatão. O incêndio aconteceu momentos depois e resultou na morte de 93 moradores.

Lojas Renner (RS)
Em 1976, o prédio da Loja Renner em Porto Alegre sofreu um incêndio, matando 41 pessoas e deixando outras 60 feridas.

Edifício Andorinhas (RJ)
Em 1986, um edifício carioca sofreu um curto-circuito no sistema elétrico e resultou em um incêndio. Foram 21 vítimas fatais e mais de 50 feridos.

Edifício Andraus (SP)
Em 1972, o prédio Andraus foi tomado pelas chamas, causando a porte de 16 pessoas e deixando 330 feridos.

Creche Uruguaiana (RS)
Em 2000, uma creche em Uruguaiana sofreu com um incêndio que resultou na morte de 12 crianças, com idade entre 2 e 4 anos. O fogo foi causado por um curto-circuito no aquecedor.

Veja também: Famosos que ajudaram após tragédias

Top