Lustre na decoração: dicas, como escolher

Historicamente, os lustres sempre foram um símbolo de luxo. Eles não eram comuns, fora dos ambientes onde viviam pessoas muito abastadas. Com o passar…

Historicamente, os lustres sempre foram um símbolo de luxo. Eles não eram comuns, fora dos ambientes onde viviam pessoas muito abastadas. Com o passar do tempo, esta realidade foi mudando. É claro que, ainda hoje, são feitas peças extremamente sofisticadas, direcionadas a ambientes com esta característica. Porém, a variedade em modelos e materiais com que são feitos é muito grande, atualmente. Encontra-se muita criatividade nos lustres disponíveis no mercado, tornando possível a sua adequação em inúmeros estilos de decoração. Eles podem ser apenas objetos simples e charmosos, mas quase passam despercebidos ou, ao contrário, podem ser a peça principal de um ambiente, roubando a cena de tudo, ao redor. Veja algumas dicas de lustres na decoração e como escolhê-los.

Lustre rústico, combinando com o ambiente (Foto: Divulgação)

Lustre para decoração rústica

Está em alta a decoração rústica, seja ela bastante característica ou na forma rústico chique, em que elementos modernos são mesclados a outros mais “grosseiros”, por assim dizer. Esta é uma forma de dar um ar de aconchego campestre à casa, equilibrando-o com objetos mais atuais. A imagem, acima, mostra uma decoração bastante rústica, com móveis, paredes, candelabros e outros objetos com estas características. Repare que o lustre manteve este tom. Ele contribuiu com a unidade decorativa do local. Por outro lado, um lustre para decoração rústica não precisa ser exatamente assim. Pode-se mesclar uma peça com aparência mais leve, feita com pequenos cristais, ou com mistura de metal e elementos artesanais, por exemplo.

Os lustres feitos em madrepérola e madeira ficaram equilibrados com a sala (Foto: Divulgação)

A imagem, acima, mostra uma outra forma de combinação. Trata-se de uma sala mais moderna, que foi iluminada com lustres de madrepérola. Eles são levemente rústicos, pois pedaços de tronco lapidados. O estilo cascata das hóstias de madrepérola deu um ar sofisticado ao ambiente, sem ares luxuosos. As cores neutras do lustre também se irmanaram perfeitamente com o restante da decoração. A peça faz parte de tudo, ao redor.

Leia Também:  Modelos de Mesas de Vidros, Preços

Por outro lado, um lustre pode ser o elemento mais importante e chamativo do local, como é o caso do exemplo, abaixo. Os moradores optaram por uma decoração clean, sendo o lustre a peça-chave para o ambiente.

Nesta sala de jantar, o lustre roubou a cena (Foto: Divulgação)

Como escolher lustres

Para não errar, ao escolher lustres, é preciso ter atenção ao tipo de decoração da casa. Os modelos com cristais são mais adequados a ambientes sofisticados, exceto se e peça for bem pequena e discreta, sem ostentações exageradas. Quanto mais cheio de informações visuais for o local, mais neutro deverá ser o lustre. Ao contrário, se o ambiente for desprovido de detalhes e cores, pode-se apostar em lustres mais chamativos, sejam eles coloridos ou em tamanhos maiores. O segredo é, sempre, equilibrar.

Veja ideias para a sala: Lustres para sala, fotos e dicas

Conheça luminárias que são um show de criatividade: Luminárias criativas: fotos

Top