Luminária japonesa na decoração: dicas

Quem deseja deixar a decoração com um ar oriental deve apostar na luminária japonesa. Este acessório, também chamado de chouchin, concentra charme, graciosidade e…

Quem deseja deixar a decoração com um ar oriental deve apostar na luminária japonesa. Este acessório, também chamado de chouchin, concentra charme, graciosidade e também se destaca como a expressão do bom gosto.

As luminárias japonesas completam a decoração com charme e leveza. (Foto:Divulgação)

A luminária japonesa pode ser usada para decorar diferentes ambientes residenciais, como sala, quarto e varanda. Ela também se destaca como uma opção perfeita para enfeitar festas, ornamentando áreas externas e internas com muito bom gosto.

Saiba mais: Luminárias Artesanais: passo a passo para fazer

Características da luminária japonesa

Chouchin é uma luminária japonesa confeccionada com armação de bambu  ou arame e coberta com papel ou seda. Quando foi criada no Oriente, a peça funcionava como uma espécie de lanterna, pois tinha uma vela acesa em seu interior e era carregada durante a noite para iluminar o caminho. Hoje, a chouchin se destaca mais como um elemento decorativo.

A luminária japonesa pode ser encontrada em diferentes versões, que variam com relação as cores, tamanhos, materiais e acabamentos. De qualquer forma, as peças contribuem muito com os projetos de iluminação dos espaços.

Muitas histórias são contadas a respeito da origem da chouchin. Sabe-se que a luminária teve influência chinesa e o seu significado tem estreita relação com a iluminação da mente.

A decoração com luminárias japonesas não precisa ser necessariamente oriental. (Foto:Divulgação)

Dicas de decoração com luminária japonesa

A luminária japonesa pode aparecer em uma decoração oriental, juntamente com os móveis baixos, tatames e objetos decorativos relacionados à cultura do Oriente.

Além de integrar perfeitamente a decoração zen, a luminária japonesa também pode completar o espaço com estilo minimalista, no qual menos é mais e tudo é marcado pela simplicidade. Ambientes clean e rústicos também adquirem um visual mais interessante quando são decorados com a luminária japonesa.

Leia Também:  Dicas de pacotes para lua de mel no exterior

As luminárias japonesas se destacam como uma ótima opção para compor a decoração pendente de um espaço, mas é importante tomar cuidado com os excessos para que a estética não fique sobrecarregada demais.

Como fazer luminária japonesa?

A luminária japonesa pode ser feita em casa. (Foto:Divulgação)

Aprenda a fazer uma luminária japonesa com balão e papel higiênico:

1. Encha um balão grande de ar e prenda-o com uma fita adesiva em um recipiente de plástico;

2. Misture água e cola branca. Em seguida, passe o conteúdo sobre a superfície da bola;

3. Aplique pedaços de papel higiênico, um ao lado do outro, até cobrir a bola;

4. Passe mais uma camada de cola sobre o papel higiênico;

5. Repita o procedimento, aplicando papel higiênico e cola;

6. Sobre o papel úmido, aplique as folhas secas. Em seguida, cubra o acabamento com mais duas camadas de cola e papel higiênico;

7. Deixe secar bem. Depois prepare um arame com o diâmetro exato da borda inferior da cúpula e feche o aro com fita adesiva;

8. Corte um pedaço de arame e alinhe-o no centro do aro, prendendo-o com fita adesiva;

9. Fure a bola. Apoie o aro na parte superior da cúpula, marque o contorno e faça o recorte;

10. Prenda o aro na abertura da cúpula usando fita adesiva. Em seguida, faça ponto de festonê, para prender definitivamente o arame no papel com o fio de algodão;

11. Com a cúpula pronta, basta fazer a instalação elétrica.

Veja também: Decoração oriental para festas

Top