L’Oréal vai imprimir pele humana

A L’Oréal vai imprimir pele humana, que poderá ser utilizada para testar os novos produtos criados pela empresa, uma das maiores e mais conhecidas…

Por Andre em 25/05/2015

A L’Oréal vai imprimir pele humana, que poderá ser utilizada para testar os novos produtos criados pela empresa, uma das maiores e mais conhecidas do mundo, com destacada atuação no segmento de cosméticos.

L'Oréal vai imprimir pele humana (Foto Ilustrativa)

O projeto, desenvolvido em parceria com a startup Organovo, especializada em impressão biológica, utilizando as inovadoras impressoras 3D, permitirá à multinacional de origem francesa testar suas novidades antes que elas cheguem às lojas, sem a necessidade de usar pessoas ou animais para os testes.

Antes de os cosméticos chegarem aos consumidores, eles precisam passar por rigorosos testes para verificar sua eficácia e detectar se há algum risco para o seu uso. Só a partir dos resultados é que as empresas obtêm autorização para lançá-los no mercado.

Novidade em beleza da L’Oréal para 2015

L’Oréal vai imprimir pele humana

As peles impressas nas impressoras 3D serão usadas nos testes dos cosméticos da L'Oréal (Foto Ilustrativa)

A impressão de pele humana em impressoras 3D, técnica que será utilizada pela L’Oréal, em parceria com a Organovo, possibilitará à companhia automatizar a produção da pele nos próximos cinco anos, para ser utilizada em vários testes de cosméticos.

A multinacional de cosméticos fornecerá todos os conhecimentos de produção dermatológica e o financiamento inicial. Por sua vez, a Organovo, que já trabalha na impressão de tecidos hepáticos e renais, em parceria com outras empresas, fornecerá a tecnologia, que inicialmente será exclusiva da L’Oréal.

Desde a década de 1980 a companhia já trabalho no cultivo de peles humanas (Foto Ilustrativa)

Essa não é a primeira vez que a empresa francesa da área de estética trabalha na produção de pele. Desde os anos 1980, a L’Oréal já cultiva derme, com o objetivo de evitar que os testes de produtos cosméticos sejam realizados em animais.

Programas para fazer e imprimir em impressoras 3D

Na cidade de Lyon, na França, a companhia tem laboratórios que trabalham integralmente no cultivo e análise de tecidos humanos. Cerca de 60 cientistas atuam no projeto, cultivando mais de 100.000 amostras de pele a cada ano (elas são cultivadas a partir de tecidos doados por pacientes de cirurgia plástica).

Outras tecnologias utilizadas pela L’Oréal

Com as peles cultivadas em laboratórios e feitas nas impressoras 3D, a empresa evita fazer testes em animais (Foto Ilustrativa)

Além da impressão 3D de pele humana, a L’Oréal investe mais de US$ 1 bilhão, anualmente, em pesquisa e desenvolvimento, com o objetivo de criar inovações no campo da estética.

Coisas mais legais feitas em impressoras 3D: veja mais

Mais de 3.000 cientistas trabalham para a empresa, em 50 países, tendo à disposição itens tecnológicos como máquinas que lavam o cabelo repetidas vezes ou que fornecem imagens tridimensionais de células que exibem materiais distintos, entre os quais queratina e colágeno.

Top