Livros de Graciliano Ramos

Natural da cidade de Quebrangulo, no Alagoas, o escritor Graciliano Ramos consagrou-se por seus romances que retratavam a vida nordestina como em Vidas Secas,…

Por Editorial MDT em 18/12/2012

Natural da cidade de Quebrangulo, no Alagoas, o escritor Graciliano Ramos consagrou-se por seus romances que retratavam a vida nordestina como em Vidas Secas, os conflitos internos de personagens como em Angústia ou livros que tinham um forte apelo autobiográfico como em Memórias do Cárcere. Nascido em 27 de outubro de 1892, Graciliano também foi jornalistas, político e contista. Morreu com 60 anos, no Rio de Janeiro, em 20 de março de 1953, quando o país era governado por Getúlio Vargas, em seu mandato popular. Os livros de Graciliano Ramos não somente fizeram e contaram a história, como ainda são celebrados hoje e são inclusive leitura obrigatória de vestibulares.

Graciliano Ramos (Foto: divulgação)

Livros de Graciliano Ramos

Entre os livros mais conhecidos de Graciliano Ramos está Vidas Secas, romance que faz um retrato do Brasil da década de 1930, ao mesmo tempo em que permanece atual com seus conceitos de desigualdade social e fome. Os personagens do livro, Fabiano, a esposa Sinhá Vitória e os dois meninos são apresentados como que animalizados em decorrência da fome e de luta por sobrevivência. A cachorra Baleia se apresenta também como uma das protagonistas da história.

Capa de Vidas Secas (Foto: divulgação)

 

As obras de Graciliano Ramos também incluem um livro anterior a Vidas Secas e que também é muito conhecido dos leitores. Trata-se de São Bernardo, história que fala sobre a vida de Paulo Honório, um fazendeiro dono da propriedade que dá nome ao livro. Homem de atitudes enérgicas tem seu caráter confrontado com a da esposa escolhida, uma professora bondosa e de ideias diferentes das do marido.

São Bernardo (Foto: divulgação)

Lista de livros de Graciliano Ramos

Confira a lista de livros publicados pelo autor.

Caetés (1933)

São Bernardo (1934)

Angústia (1936)

Vidas Secas (1938)

A Terra dos Meninos Pelados (1939)

Brandão Entre o Mar e o Amor (1942)

Histórias de Alexandre (1944)

Infância (1945)

Histórias Incompletas (1946)

Insônia (1947)

Memórias do Cárcere, póstuma (1953)

Viagem, póstuma (1954)

Linhas Tortas, póstuma (1962)

Viventes das Alagoas, póstuma (1962)

Alexandre e Outros Heróis, póstuma (1962)

Cartas, póstuma (1980)

O Estribo de Prata, póstuma (1984)

Cartas à Heloísa, póstuma (1992)

Leia também:  Obras literárias exigidas, vestibulares 2013

Escritores brasileiros que são famosos pelo mundo

 

Top