Paulo Lima 25/11/2012 Entretenimento

Nascido em moscou, em 1821, Fiódor Dostoiévski é tido como um dos mais proeminentes escritores russos do século XIX. Ele é considerado o fundador do movimento filosófico conhecido como existencialismo com sua obra Memória do Subsolo.

Em geral, sua obra explora a autodestruição e a humilhação, e analisa os estados patológicos que podem levar ao suicídio, homicídio e à loucura. Justamente por reunir tais características e por tratar de modo filosófico e atemporal essas situações, seus escritos são chamados de romances de ideias.

Um pouco de sua biografia

Fiódor Dostoievski é considerado um dos mais proeminentes escritores russos do século XIX. (Foto: Divulgação).

Dostoievski se formou em engenharia pela Academia Militar, onde aprendeu matemática, e física e teve contato com várias obras literárias. Em 1844, ao traduzir a obra Engenia Grandet, ele descobre sua vocação para a escrita e decide deixar o exército para dedicar-se ao seu primeiro romance, Gente Pobre.

Este trabalho lhe rendeu elogios e o reconhecimento da crítica russa, o que faz com que ele fosse considerado “a mais nova revelação do cenário literário do país”. Depois de um exílio de dez anos, Dostoievski voltou à Rússia com suas convecções renovados e rejeitando a ideia de impor seus ideais políticos a sociedade.

Confira também os melhores livros de Zibia Gasparetto.

Crime e Castigo está entre as suas obras mais prestigiadas. (Foto: Divulgação).

Foi por este tempo que ele começou a escrever Memórias da Casa dos Mortos, baseando-se principalmente em suas experiências como prisioneiro. Como na época era proibido escrever e publicar este tipo de relato, o autor disfarçou a obra, centrando a história em um homem que havia sido preso por assassinar sua esposa em uma crise de ciúmes.

Viciado em jogos, Fiódor morreu em fevereiro de 1881, em São Petersburgo, de uma hemorragia pulmonar, associada com enfisema e ataque epilético. Estima-se que tenham participado do seu funeral cerca de 60 mil pessoas. Dostoievski está enterrado no Cemitério Tijvin, dentro do monastério Alexander Nevsky. Abaixo, você pode conhecer as demais obras deste brilhante escritor.

Confira 7 sugestões de livros de auto-ajuda.

Além de romances, Dostoievski também escreveu contos e novelas. (Foto: Divulgação).

Livros de Fiódor Dostoievski

• Gente Pobre, 1846
• Niétochka Nezvánova, 1849
• Aldeia de Stiepantchikov e seus Habitantes, 1859
• Humilhados e Ofendidos, 1961
• Recordações da Casa dos Mortos, 1862
• Memorias de Subsolo, 1864
• Crime e Castigo, 1966
• O Jogador, 1867
• O Idiota, 1869
• O Eterno marido, 1879
• Os Demônios, 1972
• O Adolescente, 1875
• Os Irmãos Karamazov, 1881

Além de romances, Fiodor Dostoievski também escreveu novelas e contos, como Coração Fraco, O Ladrão Honesto, Noites Brancas, o Homem Debaixo da Cama, entre outros.

Outros artigos

Mega Hair, Preços Onde Comprar

05/03/2011

Mega Hair, Preços Onde Comprar

Para as pessoas que querer mudar o visual dos cabelos radicalmente o Mega Hair é uma excelente escolha para você mudar em apenas algumas horas. O Mega Hair facilit...

Curso de Midias Digitais Grátis em Curitiba

28/09/2010

Curso de Midias Digitais Grátis em Curitiba

Hoje em dia a grande realidade das novas tecnologias como a Internet e o celular transformaram o universo da informação e multiplicaram as formas de comunicação e de...