Livros de Agatha Christie

A escritora Agatha Mary Clarissa Christie, mais conhecida como Agatha Christie, foi a maior romancista policial da história. Ela nasceu no ano de 1890,…

Por Editorial MDT em 11/12/2012

A escritora Agatha Mary Clarissa Christie, mais conhecida como Agatha Christie, foi a maior romancista policial da história. Ela nasceu no ano de 1890, na costa do Devon, em Torquay, no sul da Inglaterra. Era a terceira filha de uma família muito rica. O pai de Agatha, que era um abastado americano, passava a maior parte do tempo viajando. A autora e seus irmãos foram criados pela mãe, Clara, que investiu em uma educação particular para Agatha. Ela fez aulas de piano e canto, também, tendo se destacado nas duas modalidades.

Agatha começou a escrever aos 26 anos, quando publicou seu primeiro livro – O misterioso caso de Styles – que foi ao público em 1920.  Ela publicou outros títulos, logo em seguida, sendo que todos eles foram muito vendidos e causaram polêmicas, devido à forma de escrita da autora, que contrariava as regras para romances policiais, da época. Os livros de Agatha Christie somam mais de 80, além de obras para o teatro e histórias de amor (neste caso, ela escrevia, sob o pseudônimo de Mary Wetsmacott).

A britânica Agatha Christie, que tem os livros mais vendidos do mundo, ficando atrás apenas de Shakespeare e da bíblia (Foto: Divulgação)

A britânica ficou muito famosa por dar finais inesperados às suas histórias, tornando impossível descobrir os autores dos crimes. Ela era conhecida por muitos nomes, como “A rainha do crime”, “A duquesa da morte”, entre outros. Agatha Christie fez com que alguns de seus personagens ficassem mundialmente conhecidos, sendo que muitos deles migravam de um livro a outro. O mais famoso é o detetive Hercule Poirot, que Agatha matou, em um de seus últimos livros – Cai o pano – como forma de evitar a apropriação do personagem, após a sua morte.

Os livros de Agatha Christie são os mais vendidos, até hoje, no mundo inteiro, ficando atrás somente da bíblia e das obras de Shakespeare. Veja algumas das principais histórias da autora.

O Assassinato de Roger Ackroyd

O Assassinato de Roger Ackroyd - sua primeira obra prima (Foto: Divulgação)

Este livro foi a primeira obra prima de Agatha Christie. Publicado em 1926, o livro traz a história do vilarejo britânico Kings About, onde imperam as fofocas (coscuvilhices). Nele, vive o fidalgo Roger Ackroyd, que, segundo os mexericos, vive um romance com a recém viúva Miss Ferrars. Esta acaba se suicidando e Roger procura pelo doutor James Sheepard, para quem confessa que Miss Ferrars havia matado o próprio marido e estava sendo chantageada. Em pouco tempo, Roger Ackroyd é assassinado. Nesta época, Roger estava na vila do detetive Hercule Poirot, que se dedicava à plantação de abóboras, enquanto tirava alguns dias de descanso. Ele é procurado, então, por James Sheepard e, juntos, irão investigar esse complicado caso.

Assassinato no Expresso do Oriente

Uma, entre as principais obras de Agatha Christie (Foto: Divulgação)

Publicado em 1934, o livro conta o caso de um crime ocorrido num trem – o Expresso do Oriente – que terá de ser desvendado por Hercule Poirot. A obra foi adaptada para a televisão e o cinema, diversas vezes, sendo um dos romances policiais mais famosos da história.

Um dos últimos livros de Agatha Christie – Cai o Pano – em que o detetive Hercule Poirot morre, fez tanto sucesso, que o jornal americano The New York Times divulgou uma nota de falecimento, em sua primeira página.

A morte de Agatha Christie aconteceu em janeiro de 1976, devido a uma pneumonia. Foi sepultada em Oxfordshire, na Inglaterra, em St. Mary Churchyard, Cholsey.

Veja mais sobre os detetives da história: Detetives mais lembrados da ficção

Confira dicas sobre suspense: Dicas de livros de suspense

Top