Livro com Biografia de Johnny Ramone

Depois de quase oito anos da morte de Johnny Ramone, um dos maiores músicos do mundo, é lançado seu livro biográfico “Commando: the Autobiography…

Biografia de Johnny Ramone

Depois de quase oito anos da morte de Johnny Ramone, um dos maiores músicos do mundo, é lançado seu livro biográfico “Commando: the Autobiography of Johnny Ramone“. O maior ícone do movimento punk mundial faleceu no dia 15 de setembro de 2004, vítima de um câncer de próstata.

A autobiografia foi lançada em inglês, há pouco tempo, pela editora Abrams Image, e retrata uma série de entrevistas que o músico concedeu ao longo de seus últimos anos de vida. De acordo com a viúva de Johnny, Linda Cummings Ramone, ele resolveu escrever o livro porque sabia que estava morrendo e por isso quis deixar sua história para o público.

Ele queria deixar suas últimas palavras, e sabia que estava morrendo, e era um personagem sempre meio mal compreendido“, afirmou a viúva.

Ramones

Linda Cummings decidiu convocar o escritor e ex-vocalista do Black Flag, Henry Rollins, e o empresário dela, John Cafiero para agrupar todo o material coletado em 176 páginas que unem textos do arquivo e imagens coletadas ao longo da carreira de Johnny.

O livro em si é uma grande narrativa sobre a vida do músico, que passa desde a infância em Nova York, onde ele era um garoto normal que jogava beisebol e brigava na rua, até os primeiros shows do Ramones no antigo bar CBGB, considerado quase um templo do punk-rock.

Veja também: As maiores loucuras dos astros do rock

Além da vida de John Cummings, nome de batismo do músico, o livro ainda retrata alguns momentos tensos da história dos Ramones, com brigas e desentendimentos, além dos mais de 20 anos do romance dele com Linda, que na verdade era e ex-namorada do colega de banda, Joey, que deixou ele para ficar com John, causando um clima estranho entre os integrantes da banda.

Livro ‘Commando: the Autobiography of Johnny Ramone’

“Quando deixei Joey para ficar com Johnny foi tenso, porque ninguém queria que a banda se separasse. O grupo sempre esteve em primeiro lugar. Joey e Johnny não se falavam. Se eu tive algo a ver com isso? Bom, claro que sim, um pouco, mas musicalmente Joey e Johnny estavam se afastando. Essa era a maior tensão na banda”, disse Linda.

De acordo com Linda Cummings, o livro biográfico é exatamente como Johnny Ramone gostaria: “É como um show dos Ramones. Boom, boom, boom.”

Leia também: Relembre as bandas lendárias do Rock

Top