Leilão Receita Federal Dezembro 2010

Irá iniciar-se neste mês de dezembro o leilão da receita federal 2010 pela Internet. Isso mesmo, agora vai ser realizado leilões de venda de…

Por Redacao em 09/12/2010

Irá iniciar-se neste mês de dezembro o leilão da receita federal 2010 pela Internet. Isso mesmo, agora vai ser realizado leilões de venda de produtos apreendidos pela Receita Federal através da net. O lançamento do primeiro leilão eletrônico deste tipo está previsto para inaugurar no dia 13 deste mês (segunda feira), mas, desde já os interessados já podem apresentar as suas propostas de compra na página eletrônica da Receita: www.receita.fazenda.gov.br.

Ao entrar no endereço eletrônico (logo acima), basta acessar o e-CAC (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte) e escolher a opção de atendimento “Serviço de Leilão Eletrônico”. Esta novidade do leilão da receita federal dezembro 2010, além de uma grande novidade vai facilitar a vida de quem gosta de participar de leilões. Neste primeiro leilão, serão disputados 95 lotes de aparelhos eletrônicos, de informática, vestuário, acessórios, ferramentas, produtos de bazar, bebidas, entre outros.

Todas as mercadorias colocadas neste leilão online da receita federal 2010, são mercadorias que estão armazenadas no porto de Santos (SP), onde poderão ser examinados até sexta-feira (10). A Receita não divulgou o volume de recursos que pretendem arrecadar com o leilão, mais o principal objetivo da Receita Federal é aumentar o número de participantes dos leilões, democratizando a participação nos eventos com segurança, confiabilidade e ampliação da disputa.

Este ano os leilões de produtos apreendidos pela receita federal teve um grande numero de participações presenciais onde foram arrecadados mais de R$ 150 milhões nas disputas promovidas. O leilão que irá se inaugurar no dia 13 vai ser realizado em duas etapas. A primeira já se iniciou e esta sexta-feira, a empresa deverá acessar o serviço “Sistema de Leilão Eletrônico”, utilizando certificação digital e apresentar sua proposta de valor de compra para cada lote que tenha interesse em adquirir.

A partir da segunda etapa, que vai ser inaugurada na segunda-feira (13), em uma sessão pública virtual, as empresas que fizeram propostas passarão por um “pente-fino” para verificar se está regularizada juridicamente. A condição fiscal da corporação também será avaliada. Depois, a Receita vai escolher as maiores propostas para cada lote e dar início à fase de disputa dos lotes, por meio de ofertas sucessivas e progressivas de valores de lances pela internet.

OBS: Só vão poder participar dos lances da segunda etapa as empresas que tiverem apresentado as melhores propostas para cada lote na fase anterior, ou seja, a proposta de maior valor mais aquelas que forem até 10% inferiores. Participe e boa sorte!

Top