Kashiwa Reysol vence o Auckland City e se classifica para as quartas do Mundial de Clubes da Fifa

Na estreia da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, que está sendo disputada no Japão, o Kashiwa Reysol iniciou bem sua trajetória no…

Brasileiro Jorge Wagner comemora ao lado dos companheiros de Kashiwa. (Foto/Divulgação)

Na estreia da Copa do Mundo de Clubes da Fifa, que está sendo disputada no Japão, o Kashiwa Reysol iniciou bem sua trajetória no Mundial. Na manhã desta quinta-feira, o campeão japonês derrotou o Auckland City, da Nova Zelândia, por 2 a 0, no Toyota Stadium, e se classificou para as quartas de final da competição. O próximo adversário dos japoneses será o Monterrey, do México, no próximo domingo, às 8h45 (de Brasília).

Comandada pelo técnico brasileiro Nelsinho Batista, a equipe japonesa não teve dificuldades para superar o frágil time da Nova Zelândia. Tanto que o placar foi construído ainda na primeira etapa.

Com bom volume de jogo e soberano na partida, o Kashiwa abriu o placar, aos 37 minutos, por meio de Tanaka. O atacante japonês fez boa jogada individual, invadiu a área, se livrou do marcador e bateu forte, sem chances para o goleiro Spoonley.

Apenas três minutos mais tarde, os japoneses ampliaram o marcador. Após bola levantada na área, Sakai cabeceou na trave e, no rebote, Hashimoto finalizou mal. Mas, a bola sobrou para Kudo, que bateu por cima do goleiro para fazer o segundo do Kashiwa.

Na segunda etapa, o Auckland melhorou um pouco no jogo e partiu para cima dos japoneses na tentativa de diminuir o placar. Apesar da disposição em campo de seus jogadores, a equipe da Nova Zelândia esbarrou em sua limitação técnica e não conseguiu reverter o resultado.

No domingo (11), o Kashiwa enfrenta o Monterrey, do México, pelas quartas de final. O vencedor do duelo será o adversário do Santos, dia 14, pela semifinal do Mundial de Clubes.

A outra partida válida pelas quartas de final também acontece no domingo. Esperance Sportive De Tunis, da Tunísia, e Al Sadd, do Catar, brigarão pela classificação para encarar o Barcelona, no dia 15.

Top