Justiça encerra e arquiva inquérito contra Daniel

A maior polêmica da história do Big Brother Brasil teve mais uma capítulo encerrado. Nessa terça-feira, 20 de março, foi decretado o término das…

A TV Globo divulgou uma nota afirmando que sente muito pelo ocorrido (Foto: Divulgação)

A maior polêmica da história do Big Brother Brasil teve mais uma capítulo encerrado. Nessa terça-feira, 20 de março, foi decretado o término das investigações contra Daniel Echaniz. O modelo foi acusado de estupro de vulnerável e mesmo sem ter provas contra o rapaz, a direção do programa julgou o seu comportamento inadequado. A suposta violência sexual teve como “vítima” Monique Amin, que continuou no jogo e negou que houvesse tido qualquer problema com Daniel. Na festa que aconteceu no dia 15 de janeiro, no BBB 12, o casal trocou carícias embaixo do edredom. Depois que internautas começaram a acusar o modelo de ter feito sexo com a catarinense inconsciente, o Ministério Público do Rio de Janeiro abriu investigação.

Por meio de uma nota oficial, a TV Globo declarou que nessa terça-feira, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro concluiu o inquérito policial contra Daniel Echaniz. “O Tribunal entendeu que, de acordo com o depoimento de Monique, não houve crime e arquivou o inquérito. Com isso, foi suspensa também a proibição de o modelo sair do país”, informou a emissora.

Monique disse sentir muito pelo ocorrido e que as carícias foram em comum acordo (Foto: Divulgação)

No mesmo informativo, a TV Globo disse que afastou o modelo do reality no dia 16 de janeiro, após especulações sobre o caso, com o intuito de que Daniel pudesse se defender formalmente das acusações. Já Monique foi eliminada pelo público no último domingo (18), com 52% dos votos. A sister confirmou que as carícias foram consensuais. A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro confirmou que o caso foi encerrado, já que o mesmo corria em segredo de justiça.

Leia Também:  Maroca vence prova do líder

A “novela” Daniel Echaniz versus Rede Globo não terminou, já que o modelo pretende processar a emissora pelo acontecimento. Alguns amigos e familiares chegaram a declarar que a expulsão do rapaz deixou claro que houve racismo, uma vez que, Monique continuou na casa. A catarinense disse, assim que foi eliminada do jogo, que espera que Daniel não tenha raiva dela, já que ela não faz as regras do programa. Mona declarou que não queria que Daniel fosse expulso.

Top