Justiça: Buscapé denuncia Google por ações discriminatórias

Autorizado em setembro desse ano para os brasileiros, a ferramenta de busca e comparações de preços do Google, o Google Shopping, está sendo vista…

Por Editorial MDT em 22/12/2011

Imagem: (Foto Divulgação)

Autorizado em setembro desse ano para os brasileiros, a ferramenta de busca e comparações de preços do Google, o Google Shopping, está sendo vista como uma ameaça para os negócios do líder da seção, o site brasileiro Buscapé.

De acordo com a reportagem divulgada nesta quarta-feira (21), os brasileiros ingressaram com uma representação no Ministério da Justiça contra a companhia conduzida por Larry Page e Sergey Brin.

Ainda de acordo com a reportagem, o Buscapé, reclama sobre duas ações do Google. A primeira é que o site proporciona fotos dos produtos em todas as buscas, o que chama a atenção dos consumidores. A segunda versa sobre as decorrências da procura, nas quais aparecem na página do Google quando os consumidores procuram por sites de comparação de preços.

Apesar de recente no Brasil, o Google Shopping é popular na Europa e Estados Unidos. Segundo dados da companhia, possui mais de um bilhão de itens cadastrados e milhões de varejistas participantes.

Procurado para conversar a respeito do tema, Rodrigo Borer, vice presidente de operações do Buscapé, disse que a representação tem a finalidade de divulgar à Justiça que o mercado dos sites de comparação de preço no Brasil está sendo afetado por ações discriminatórias pelo Google.

Já a assessoria de empresa porta-voz do Google no Brasil afirmou que a companhia ainda não foi comunicada oficialmente e que não comentará a confusão.

Top