Jovens Acolhedores Inscrições

O projeto Jovens acolhedores é mais um rico projeto da Secretaria de Estado da Saúde em São Paulo que interage com a juventude estudante…

O projeto Jovens acolhedores é mais um rico projeto da Secretaria de Estado da Saúde em São Paulo que interage com a juventude estudante para melhor atendimento das pessoas que utilizam o serviço público de saúde. Este projeto de cunho social tem como base o atendimento dessas pessoas e a inclusão de estudantes. Os universitários utilizam os seus conhecimentos adquiridos para prestarem serviços humanitários a quem tanto precisa e proporcionar um pouco mais de direito ao atendimento médico. Segundo a explicação técnica do programa, ele visa o entendimento de que o crescimento técnico-científico deve ser acompanhado de um correspondente avanço na qualidade do contato humano. Ele é mais que um bom atendimento de saúde, mas, um contato com toda a qualidade de relacionamento humano que se possa gerir na sociedade.

Assim os jovens inseridos atuam com mais polidez no trato social e aprimora o primeiro contato de quem procura o recurso público de saúde para cuidados médicos. É uma cultura brasileira à falta de estruturação do serviço público de saúde na ação de atendimento aos que procuram auxílio médico. Poderão inscrever-se universitários que estão fazendo do primeiro ao penúltimo ano do curso, em instituições de ensino cadastradas no programa. Precisam cumprir a carga horária de 20 horas semanais, equivalente de segunda a sexta-feira, tendo o direito de escolher o turno se matutino ou vespertino.

Para se inscrever é necessário entrar no portal acessando o site Jovens Acolhedores e seguir orientações. Lembrando que as vantagens incluem bolsa de estudo totalmente integral, onde uma quantia de R$ 350, 000 por estudante é pago pela Secretaria de Estado da Saúde, a outra metade pela instituição de ensino. O aluno ainda receberá um curso completo na área de saúde com um certificado de conclusão no final. Entre as funções que deverão ser exercidas está a de recepcionar todas às pessoas que vierem a procurar uma Unidade de Saúde, sendo respeitoso, acolhedor, educado, enfim, todos os aspectos que caracterizam os direitos humanos e a dignidade. Buscar eficácia em seus serviços para solucionar e gerenciar problemas, promover a satisfação e a qualidade do serviço para quem é atendido.

Leia Também:  Advogado Gratuito em Campinas

Ter cuidado pelo patrimônio público é outro fator bastante requerido para o programa jovens acolhedores. Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde, vários nomes já se inscreveram e ainda é bastante relativo o número de vagas. Mas, vale lembrar que o processo é feito a partir de sorteios que serão divulgados pelo site Saúde, do governo federal, e para cada escolhido em sorteio será enviado notificação. Cada aluno só poderá cadastrar-se com uma ficha e não se esquecer de vincular junto à mesma, qual unidade de saúde pretende trabalhar, o turno, se matutino ou vespertino, mais os dados pessoais. Recomenda-se que a unidade seja próxima à residência do mesmo ou de melhor acesso, haja à vista, que a carga horária semanal é de vinte horas.

Cada unidade estipulará quantos jovens acolherá, assim, será muito aconselhável sondar a quantidade de pessoas escolhidas por unidade. Não se esqueça que no edital do programa a Secretaria de Estado da Saúde pede que cada inscrito acompanhe os resultados através do site e que por conta disso poderá não ocorrer de forma convencional, através de e-mail entre outros recursos, o aviso da escolha do candidato. Haverá um treinamento inclusivo para os escolhidos, e caso não esteja em conformidade com os requisitos pré-estabelecidos, o candidato será considerado inapto e não passará. Outro fator importante é comprovar tudo o que foi informado na ficha de inscrição, caso não ocorra à comprovação, o candidato poderá ser excluído do programa. A validade deste programa é de 12 meses e tem início a partir do dia das atividades no programa.

É bom ressaltarmos que existe uma lista de espera para se caso necessário, ocorrer novas convocações. Lembrando que o universitário que por ventura, vier a ser funcionário da Secretaria de Estado da Saúde e se inscrever no programa, não pode realizar inscrição para a mesma unidade em que trabalha. A freqüência no treinamento exigida para estar apto ao programa é de 100% caso contrário, este será excluído automaticamente. Não se esqueça de autorizar o envio de SMS para o seu celular para manter-se informado, depois, se desejar sair do serviço de envio de SMS, basta que envie solicitação através do site no menu “Fale Conosco”.

Leia Também:  Como organizar um churrasco de várias maneiras

Não perca tempo e se inscreva logo neste que se constitui em um programa que melhora a vida de quem precisa de atendimento médico, mas, de acolhimento humano, a vida do jovem estudante, através de uma bolsa de estudos e do conceito de humanização dos recursos científicos de saúde. A oportunidade é por tempo limitado e embora não seja sorteado nesta primeira chance, você poderá entrar na fila para os próximos sorteios. Com o aumento das unidades de saúde é notório que aumente a demanda de jovens acolhedores!

 

 

Top