Jennifer Hudson diz que sua vida foi salva pelo noivo

A atriz Jennifer Hudson contou em uma entrevista a revista Ebony, que está viva graças a seu noivo, David Otunga. Durante a entrevista, a…

Por Editorial MDT em 23/11/2011

A atriz Jennifer Hudson contou em uma entrevista a revista Ebony, que está viva graças a seu noivo, David Otunga. Durante a entrevista, a atriz de Dreamgirls falou pela primeira vez sobre o assassinato de sua mãe e do irmão e disse que se não tivesse ido ver uma luta do noivo, também teria morrido.

“Isso foi uma das coisas que me salvou, disse. Porque eu poderia estar com a minha mãe na hora. Ele queria que eu fosse com ele para a Flórida ao invés de ir para Chicago. E eu viajei para vê-lo. É por isso que eu ainda estou aqui. Eu nunca disse isso antes e não acredito que estou dizendo isso agora. Mas eu não sabia”.

A família da atriz foi assassinada em 2008 pelo ex-cunhado de Jennifer. De acordo com a polícia, William Balfour, que chegou a morar na casa em que os crimes ocorreram, não aceitava o fim do relacionamento com Julia Hudson, irmã da atriz e decidiu matar sua mãe e o irmão para se vingar.

Além de falar sobre a perda da família, Jennifer ainda falou sobre o casamento e os rumores de que estaria em um impasse com o noivo, por causa de algumas clausulas do contrato pré-nupcial.

De acordo com a atriz, isso não existe e que apenas desanimou um pouco com a ideia do casamento após a morte de sua mãe e do irmão. “Muitas coisas aconteceram na minha vida. Tem muitas coisas que eu preciso ajustar antes de fazer qualquer outra coisa. É assim que eu me sinto.”

Top