Isquemia: o que é

A isquemia é uma perturbação circulatória caracterizada pela interrupção do trânsito sanguíneo em uma determinada artéria, devido sua obstrução mecânica. Dentre os tipos mais…

Por Editorial MDT em 30/12/2012

A isquemia é uma perturbação circulatória caracterizada pela interrupção do trânsito sanguíneo em uma determinada artéria, devido sua obstrução mecânica. Dentre os tipos mais comuns de isquemia está a cerebral, que pode acometer homens e mulheres de forma inesperada. Saiba mais sobre o assunto.

A isquemia é um problema muito sério. (Foto: divulgação)

O que é isquemia

A palavra isquemia vem do grego iskho (deter) e haima (sangue). Esse problema recebe também o nome de anemia local, onde ocorre uma interrupção do fluxo sanguíneo em uma das partes arteriais. Como consequência ocorre alterações nutritivas nos tecidos irrigados por essa artéria obstruída.

O que é isquemia cerebral

É um tipo de Acidente Vascular Cerebral (AVC). A isquemia acontece quando ocorre uma interrupção ou deficiência da circulação do sangue devido a um espessamento e endurecimento da parede arterial (arteriosclerose) ou devido um coagulo proveniente do coração.

Dentre os principais sintomas provenientes da isquemia cerebral, esta a dificuldade nos movimentos do corpo com perda repentina da capacidade de falar ou diminuir a força dos braços e pernas. Segundo especialistas em neurologia, os sintomas surgem de um momento para o outro rapidamente.

A isquemia cerebral é causada pela obstrução ou deficiência do fluxo sanguíneo arterial. (Foto: divulgação)

Veja também primeiros socorros em casos de derrame 

Consequências e tratamento da isquemia cerebral

As consequências dependem da região cerebral afetada. A doença pode paralisar um lado do corpo, prejudicando a fala e visão. Os efeitos podem ser temporários ou permanentes, dependendo da recuperação. Quanto mais rápido o problema for tratado, maiores são as chances de recuperação sem sequelas.

O tratamento é feito com remédios que dissolvem o coágulo ou diminuem a obstrução. Porém os medicamentos devem ser tomados logo nas três primeiras horas após o surgimento da isquemia cerebral. Após esse tempo, as chances de recuperação diminuem.

Como prevenir a isquemia

  • Controlar a pressão arterial;
  • Controlar o diabetes;
  • Manter os níveis de colesterol sanguíneo normais;
  • Praticar atividades físicas regularmente;
  • Prevenir a obesidade;
  • Realizar tratamento das doenças cardíacas.

    A isquemia pode causar problemas também no coração. (Foto: divulgação)

Veja também o que é edema cerebral 

A isquemia é um problema muito sério que pode comprometer vários órgãos vitais do nosso corpo, principalmente o coração e cérebro. O AVC isquêmico é uma das doenças que acomete várias pessoas em todo o mundo, devido a obstrução arterial. É preciso ficar atento para os sinais e sintomas da isquemia e procurar o médico imediatamente para evitar sequelas.

 

Top