IR: Download de software para declarar IR

A Receita Federal liberou na última segunda-feira (25) um software para fazer a declaração de imposto de renda 2013. Os contribuintes terão o prazo…

Por Isabella Moretti em 27/02/2013

A Receita Federal liberou na última segunda-feira (25) um software para fazer a declaração de imposto de renda 2013. Os contribuintes terão o prazo de 1º de março a 30 de abril para declarar o IR. Quem não prestar contas com o fisco dentro do período estipulado terá que arcar com uma multa de no mínimo R$ 165,74.

Saiba mais: Passo a passo para declarar o Imposto de Renda

Interface do software para declarar IR. (Foto:Divulgação)

O programa de imposto de renda 2013

O programa para fazer a declaração de IR 2013 está disponível para download no site da Receita Federal. Após baixar o software, o contribuinte pode preencher os dados necessários para declarar os seus rendimentos. O envio do documento é feito via internet, pelo sistema de transmissão.

Se o contribuinte preferir, ele pode apresentar a declaração do IR 2013 através de um disquete, que deverá ser entregue em uma das agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal. É importante lembrar que a Receita não trabalha com a entrega de formulários (papéis) desde 2010.

Neste ano, o programa para declarar IR apresenta novas funcionalidades. As mudanças que já aparecem no software representam uma preparação para a declaração de 2014, que já deve vir com a ficha pré-preenchida para facilitar o trabalho do contribuinte e o controle da Receita.

Mudanças no programa de IR 2013

O programa de declaração de imposto de renda conta com algumas mudanças. (Foto:Divulgação)

Segundo a IOB Folhamatic Sage, empresa responsável pelo software, algumas mudanças sutis já poderão ser percebidas na declaração de 2013. Confira o que mudou:

Importação de dados
O contribuinte não precisa mais perder tanto tempo preenchendo as informações solicitadas, afinal, ele pode importar os dados da declaração passada. O único trabalho será atualizar os valores, já que eles mudam de um ano para o outro.

Separação de fichas
A partir deste ano, o programa terá duas fichas diferentes para as informações sobre pagamentos efetuados e doações. A mudança foi efetuada porque muitas pessoas se confundiam na hora de informar os códigos.

A declaração de IR 2013 pode ser realizada de 1º de março a 30 de abril. (Foto:Divulgação)

Resumo das doações e limites de deduções
Após o contribuinte preencher a ficha de doações, o sistema vai exibir um quadro com os limites de deduções para cada tipo de doação. Desta forma, o contribuinte saberá exatamente o valor máximo que pode doar.

Ficha de rendimentos isentos detalhada
A ficha de rendimentos não tributáveis tem novas linhas para que o contribuinte adicione informações detalhadas. Com isso, a Receita espera ter mais facilidade para cruzar os dados e maior controle sobre o dinheiro está circulando.

Faça o download do programa de IRPF 2013 através do site da Receita Federal.

Veja também: Quem é obrigado a declarar IR 2013

Top