Intoxicação alimentar: como evitar

Todos nós já ouvimos falar sobre intoxicação alimentar e assim, sabemos o quanto essa manifestação pode ser grave. Para que você conheça um pouco…

A intoxicação alimentar geralmente manisfesta dores abdominais e diarreia

Todos nós já ouvimos falar sobre intoxicação alimentar e assim, sabemos o quanto essa manifestação pode ser grave. Para que você conheça um pouco mais e saiba como prevenir essa situação, separamos algumas informações a respeito.

Leia também: Alimentos que nem sempre são saudáveis.

Intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar é causada por alimentos contaminados, principalmente por bactérias. Dentre as manifestações gerais, as mais comuns são:

  • Vômitos;
  • Dores abdominais;
  • Diarreia;
  • Dores de cabeça;
  • Náusea.

Vale ressaltar que todas ou apenas algumas das manifestações clínicas podem surgir 48 horas após a ingestão do alimento contaminado.

Inimigo silencioso

Diferente do que muitas pessoas pensam, os alimentos em deterioração não são o principal problema da intoxicação alimentar, isso porque, quando o alimento está em processo de putrefação, ocorre a alteração do cheiro e do sabor, assim como da aparência do mesmo, fazendo com que acabe sendo evitado. Portanto, o maior risco está relacionado aos agentes que podem contaminar o produto.

Lave bem os alimentos antes de consumi-los é importante

Perigo domiciliar

Após estudos realizados pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo foi observado que cerca de 27% dos casos de intoxicação alimentar acontecem dentro do ambiente domiciliar. Por outro lado, em torno de 24% dos casos ocorrem em ambientes como restaurantes, lanchonetes ou outros estabelecimentos do tipo.

Aprenda a evitar

Para aprender a prevenir essa situação tão alarmante, acompanhe algumas dicas.

  • Sempre que possível, conheça a origem dos alimentos;
  • Mantenha a cozinha sempre limpa e em ordem;
  • Antes de começar a cozinhar, lave bem as mãos;
  • Caso a água fornecida em sua cidade não seja confiável, ferva-a antes de beber e cozinhar;
  • Conserve sempre os alimentos em local apropriado;
  • Prepare um alimento de cada vez;
  • Frutas e verduras devem ser lavados antes do consumo;
  • Caso deseja ingerir os alimentos crus, deixe-os de molho por 15 minutos em um produto indicado para a desinfecção;
  • Cozinhe os alimentos antes de comer;
  • Antes de comprar qualquer alimento, avalie a embalagem do produto. Observe se ela está bem lacrada, se está limpa ou se está integra;
  • Nos restaurantes, sempre que possível, avalie a higiene do local;
  • Mantenha os alimentos em temperatura aquecidos a 70 graus ou dentro da geladeira. A temperatura ambiente colabora na proliferação de bactérias, assim como a produção de suas toxinas, o que leva a intoxicação alimentar.
  • A intoxicação alimentar é uma manifestação muito comum entre a população. No entanto, a principal maneira para preveni-la é ter uma higiene adequada com os alimentos que serão ingeridos por você e sua família.

É importante cuidar bem dos alimentos que serão consumidos pela família.

Leia também: Contaminação de alimentos – como evitar.

Leia Também:  Tratamento para Intoxicação Alimentar

Top