Internet via balões: saiba mais

De forma geral, quem mora nos grandes centros urbanos consegue acessar a internet com mais facilidade do que as pessoas que vivem nas regiões mais afastadas, devido a diversos fatores, entre os quais a falta de investimento das operadoras nesses locais.

Distribuir o sinal da internet através de balões é algo que pode estar disponível em breve (Foto: Divulgação)

Mas em breve, uma alternativa para acabar ou pelo menos amenizar esse problema, que acontece não só no Brasil, mas também em diversos outros países, deve estar disponível.

Trata-se da internet via balões, tecnologia que vem sendo desenvolvida por algumas empresas e órgãos governamentais, com o objetivo de levar a web para os locais mais remotos, nos quais a rede não chega atualmente ou é disponibilizada de maneira totalmente precária. Entre os vários projetos baseado nessa tecnologia, dois se destacam bastante, podendo ser disponibilizados dentro de pouco tempo.

Projeto Conectar

No Brasil, o Projeto Conectar deve ser lançado em 2015 (Foto: Divulgação)

Um deles está sendo desenvolvido através de parcerias entre a Telebras, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), os Ministérios das Comunicações e de Ciência e Tecnologia e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Intitulado “Projeto Conectar”, ele utiliza balões equipados com aparelhos para espalhar o sinal da internet, alçados a 1,5 km de altura, que permitirão o acesso à web em um raio de alcance que varia de 25 km a 50 km. O sinal é recebido através de um receptor específico, instalado junto ao computador do usuário.

Oferecendo velocidades de navegação entre 1 Mbps e 100 Mbps, que atenderão tanto aos usuários domésticos quanto ao público corporativo, a tecnologia deverá estar disponível no primeiro semestre de 2015, conforme a Telebras.

Algumas das áreas já definidas para receber a internet por balões do governo federal estão localizadas em Roraima, Piauí e Amapá, além do norte de Minas Gerais e de algumas partes do estado do Amazonas.

Projeto Loon

O Projeto Loon, do Google, já realizou os primeiros testes, na Nova Zelândia (Foto: Divulgação)

Quem também trabalha no desenvolvimento desse tipo de tecnologia é o Google, com o “Projeto Loon”, através do qual a gigante de buscas pretende alçar diversos balões por todo o mundo, espalhando o sinal da internet pelas áreas mais remotas do planeta, como zonas rurais, reservas naturais e locais atingidos por grandes catástrofes.

O sistema, que já está em testes na Nova Zelândia, conta com balões de hélio que carregam receptores, alimentados por energia solar, responsáveis por captar o sinal da web emitido por antenas instaladas no solo, e distribuí-lo, via Wi-Fi, para os usuários em um raio enorme.

Apesar do projeto piloto já ter sido lançado, ainda não há informações sobre quando a internet via balões do Google estará disponível.

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados

Reply