Intercâmbio social: como funciona, onde fazer

O intercâmbio social proporciona uma experiência incrível para a pessoa que realiza, pois permite conhecer outro país, interagir com a cultura e ainda contribuir…

O intercâmbio social proporciona uma experiência incrível para a pessoa que realiza, pois permite conhecer outro país, interagir com a cultura e ainda contribuir com projetos sociais. Muitas pessoas estão se interessando pela vida de intercambista, pois o tempo no exterior assegura aprendizado em todos os aspectos da vida.

Normalmente são os estudantes que se interessam pelo intercâmbio social, pois o programa garante a vivência da solidariedade e também permite desfrutar de um pouco de aventura.

O Brasil não só envia intercambistas para o exterior como também recebe estrangeiros dispostos a trabalhar em projetos que envolvem solidariedade. No ano de 2010, 17 norte-americanos do Estado de Iowa  vieram ao Brasil para conhecer a realidade do país. Eles participaram de trabalhos voluntários na cidade de Aparecida de Goiânia.

Veja também: Como se Tornar um Voluntário da ONU

Como funciona o intercâmbio social?

O intercâmbio social consiste numa espécie de trabalho voluntário, realizado no exterior. As pessoas que se interessam por esta experiência costumam se preocupar com questões relacionadas à sustentabilidade e aos direitos humanos.

No intercâmbio social, a viagem tem um objetivo muito maior do que simplesmente trocar conhecimentos e aprender um novo idioma. Os intercambistas viajam com a consciência de que estão inseridos em projetos sociais e vão trabalhar como voluntários.

O tipo de atividade desenvolvida no intercâmbio social varia de acordo com a proposta do programa. Alguns intercambistas ajudam pessoas carentes, promovendo atividades culturais e educacionais. Já outros participam de projetos que cuidam de crianças portadoras de deficiências físicas e mentais.

Dependendo do programa no qual o intercambista está inscrito, ele conta com todos os itens essenciais para a viagem inclusos, como alimentação, acomodação e transporte. A sua experiência com trabalho voluntário também faz bem para a vida profissional, pois as grandes empresas valorizam este tipo de iniciativa.

Continuar Lendo  Males que a fumaça pode causar à saúde

Onde fazer intercâmbio social?

As operadoras de intercâmbio costumam trabalhar com pacotes visando o trabalho voluntário, como é o caso da CI. O brasileiro que procura a Central de Intercâmbios para realizar a sua viagem pode escolher ir para África do Sul, Índia, Namíbia, Nepal ou Peru.

A Aiesec, organização mundial de estudantes, está com inscrições abertas para um programa de Intercâmbio Social. Os interessados podem se inscrever até o dia 30 de novembro, optando por uma das oportunidades de trabalho voluntário oferecidas pelo Programa Cidadão Global.

O intercâmbio social da Aiesec dura de seis a doze semanas, sendo que o voluntário pode participar de um novo projeto social em outro país após concluir a sua primeira experiência. Os brasileiros selecionados serão enviados para Polônia, Hungria, Ucrânia, Turquia, Colômbia, México, Rússia, Índia, China, África, Indonésia, entre outros países. Para mais informações, acesse o site Aiesec.

Saiba mais: Dicas de Trabalho Voluntário

Top