Instagram proíbe representações de mutilação e suicídio

O instagram divulgou na última sexta-feira (20) uma alteração nas regras que conduzem o comportamento da comunidade que utiliza o site. De acordo com…

Por Editorial MDT em 23/04/2012

O aplicativo permite adaptar diferentes filtros e imagens e compartilhá-las pelo celular.

O instagram divulgou na última sexta-feira (20) uma alteração nas regras que conduzem o comportamento da comunidade que utiliza o site. De acordo com a empresa, a partir de agora não será permitido colocar imagens e hashtags que incentivem ou façam referência à mutilação e ao suicídio.

“O Instagram é um lugar onde as pessoas podem compartilhar suas vidas por meio de fotografias. Qualquer relato que incentive a anorexia, a bulimia e distúrbios alimentares, ou que estimule a pessoa a se cortar,  machucar-se ou cometer suicídio irá resultar no cancelamento da conta sem aviso prévio”, diz a declaração publicada no blog da companhia.

Segundo o Instagram, contas criadas para a discussão construtiva ou para exposição de experiências pessoais com a finalidade de recuperação ou de discussão aberta prosseguem autorizadas.

Hoje com 40 milhões de usuários, o programa é disponível para iOS e Android.

“O Instagram decidiu tomar uma ação para promover uma comunidade positiva e saudável ao criar uma política específica contra esse tipo de conteúdo”, completa o comunicado. A instrução é que os usuários que localizarem imagens do tipo as apontem e, inclusive marquem o usuário, avisando que há uma violação nos termos de serviço.

O aplicativo que é gratuito permite adaptar diferentes filtros e imagens e compartilhá-las pelo celular, recentemente foi comprado pelo  Facebook por 1 bilhão de dólares. Hoje com 40 milhões de usuários, o programa é disponível para iOS e Android.

Top