Inscrição para o Enem termina nesta sexta-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano se encerram nesta sexta-feira. Os interessado podem realizar a inscrição até as…

O Enem 2012 será realizado nos dias 3 e 4 de novembro.

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano se encerram nesta sexta-feira. Os interessado podem realizar a inscrição até as 23h59 (horário de Brasília). A taxa de inscrição poderá paga até a próxima quarta-feira (20). Até as 20h de quinta-feira, 5 milhões de pessoas já haviam realizado a inscrição.

A prova deste ano será realizada nos dias 3 e 4 de novembro. Em 2011, aproximadamente  6 milhões de pessoas realizaram a inscrição e pouco mais de 5 milhões pagaram a taxa, confirmando a inscrição. Desde 2009, a prova auferiu mais seriedade, já que passou a ser utilizado por universidades públicas como critério de seleção em substituição aos vestibulares tradicionais.

Entenda: Enem 2012, como se aplica nos vestibulares

O exame ainda passou a ser pré-requisito para aqueles que desejam se inscrever em programas  como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Ciência sem Fronteiras.

Alterações na prova

As alterações nesta edição dizem respeito, sobretudo, à correção da redação. Além disso, será plausível ver a redação corrigida, no entanto, sem possibilidade de recurso por parte do estudante. O ministério ainda divulgou que em julho, anunciará o “Guia do Participante”, com modelos de redação “de excelência” e esclarecimentos sobre a procedimento da correção.

Redação

Até as 20h de quinta-feira, 5 milhões de pessoas já haviam realizado a inscrição.

Neste ano, dois avaliadores vão corrigir  a redação, caso a divergência da nota final seja superior a 200 pontos ou 80 pontos em cada uma das competências, a redação será corrigida por um terceiro avaliador.

Confira: Como fazer boa redação para ENEM

São cinco competências e cada uma vale 200 pontos, totalizando 1.000 pontos. Se as duas notas finais tiverem uma divergência superior a 200 pontos entre os dois corretores, o terceiro entra em cena. E persistindo a divergência, o documento segue para a banca.

Continuar Lendo  Desemprego na zona do euro alcança maior nível em fevereiro

VEJA O QUE MUDOU NA CORREÇÃO DA REDAÇÃO DO ENEM

Processo de correção Como era (em 2011) Como ficou (em 2012)
Número de correções iniciais Duas Duas
Discrepância na
nota total
Igual ou maior que 300 na soma Maior que 200 na soma total
Discrepância na competência Não existia Maior que 80 em qualquer competência
3ª correção Supervisor (instância final) Correção independente
4ª correção em banca Não existia Banca (instância final)

Esta é a segunda alteração na divergência mínima de pontos para uma nova avaliação da redação. Nas edições anteriores, era necessário que os dois avaliadores desse a nota mínima de 500 pontos de divergência entre uma e outra, para que houvesse uma nova correção. Segundo normas da prova, as redações terão que ter um mínimo de sete linhas para serem avaliadas.

Top