Insatisfação Profissional: O Que Fazer Quando Você Odeia seu Emprego

Todo dia é a mesma coisa, você acorda e não tem a mínima vontade de trabalhar, a segunda-feira parece um tormento e você conta…

Todo dia é a mesma coisa, você acorda e não tem a mínima vontade de trabalhar, a segunda-feira parece um tormento e você conta os dias para chegar o fim de semana. Quem não suporta o emprego sofre com a insatisfação profissional e a tristeza de precisar trabalhar no que não gosta ou em um local não agradável, como reverter essa situação?

Uma pesquisa da consultoria Right Management confirmou que não são poucas as pessoas insatisfeitas no trabalho, segunda a pesquisa 48% dos trabalhadores está bem infeliz.

Quando adolescentes, os pais influenciam seus filhos a seguirem carreira naquilo que lhes dá prazer, já que eles viverão por muitos anos naquele labor, porém o tempo passa e após inserção no mercado de trabalho você percebe que não suporta aquela profissão, e agora?

Detesto minha profissão!

É preciso tomar cuidado para não agir de forma precipitada e analisar bem a situação e o que incomoda na vida profissional, se é o ambiente ou o cargo exercido. Caso seja o cargo e as tarefas diárias, converse com o seu chefe e verifique se há chances reais de uma troca de cargo, tente se adaptar no seu emprego, antes de pedir demissão.

Sair do emprego deve ser uma atitude extrema, quando nada mais é possível de fazer, mas isso só deve ser feito após você descobrir o que realmente lhe dá prazer e após conversa com seus familiares. Tenha planos sólidos para traçar metas e conseguir sua satisfação profissional, pesquise cursos e novos empregos na área que lhe agrada. Não pense duas vezes quando houver chance de experimentar algo novo e que pode lhe deixar feliz na vida profissional.

Ambiente de trabalho ruim

Você tem graduação, estudou muito e trabalha no que ama, mas o ambiente do seu emprego é terrível e faz você detestar seu emprego? Leia as dicas abaixo:

Leia Também:  Criança interesseira: como lidar

– As pessoas são diferentes, ambientes onde há muitos profissionais trabalhando podem trazer à tona discussões e desentendimentos que com jogo de cintura podem ser evitados. Se esforce!

– Caso o ambiente de trabalho seja muito diferente do seu ideal, tente pensar que ali você terá oportunidades de crescer e conhecer coisas diferentes.

– O chefe implica? Não há emprego perfeito. Pessoas são complexas e é necessário viver com as diferenças, nada que o diálogo não resolva, não é? Exercite seu lado profissional e se destaque fazendo o seu melhor.

Para viver bem no seu trabalho

1-      Ao errar, assuma sua parcela de culpa sem julgar os outros, faça sua parte e seja produtivo.

2-      Mantenha a ética sempre, evitando fofocas.

3-      3- Separe sua vida pessoal da profissional e evite brincadeiras de mau gosto, seja elegante e simpática, mas preservando sua privacidade.

Mas se nenhum dos conselhos acima resolve seu problema e o ódio do emprego está afetando inclusive a sua saúde (irritação, insônia, dores no estômago e etc), é hora de se atualizar com o que o mercado está oferecendo e se preparar, pois você está prestes a iniciar uma nova jornada à procura de um novo emprego!

Top