Infarto: Saiba Como e Por que o Coração para de Funcionar

Muitas pessoas deixam de cuidar da saúde, devido principalmente a rotina de trabalho, que acaba ocupando quase todo o tempo, e assim, o cansaço…

Muitas pessoas deixam de cuidar da saúde, devido principalmente a rotina de trabalho, que acaba ocupando quase todo o tempo, e assim, o cansaço físico e mental vence, tornando o pouco tempo que sobra para descansar e cuidar de tarefas relacionadas ao lar e dos filhos. Esse tipo de vida pode ocasionar transtornos a todo o corpo, causando disfunções diversas que acarretam em desconfortos iniciais, mas que depois, passam a intensificar os sintomas, agravando o quadro de saúde, podendo causar um infarto.

Um dos maiores problemas relacionado a situação citada acima, é o sedentarismo, que é exatamente a falta de prática de algum tipo de atividade física, isso é um comportamento inadequado, visto que o corpo “pede” exercícios orientados por profissionais. Outro fator de risco é o hábito alimentar, um cardápio que contenham itens gordurosos, com excesso de sal e açúcar, refrigerantes, podem trazer transtornos, seria essencial buscar auxílio de especialista para manter-se em dia com a dieta mais adequada ao biótipo específico da pessoa.

Os problemas relacionados ao sedentarismo e péssimos hábitos alimentares, quando associados ao estresse, contribuem em muito para prejuízos cardíacos, podendo como já mencionado levar a um infarto. Quando a pessoa encontra-se nesta situação , tem o peso acima do ideal e fuma, corre sério risco de desencadear este grave problema, que é o infarto do miocárdio, que em alguns casos pode ser fulminante.

Mas, o que é infarto do miocárdio? O infarto ou ataque cardíaco significado a morte do coração ou parte de seus tecidos, que para de receber sangue, que transporta oxigênio e nutrientes ao organismo, devido ao entupimento das artérias coronárias.

Para ocorrer o infarto do miocárdio, o processo que leva à isso é lento, podendo passar muitos anos se acumulando o colesterol LDL, uma gordura que não é benéfica ao organismo.  Com os anos o colesterol vai se acumulando nas paredes internas das artérias impedindo que ocorra o fluxo sanguíneo adequado, levando ao infarto em muitos casos.

Leia Também:  Pacote de viagens Carnaval Florianópolis 2013: preços

Ao começar entupir as artérias, o fluido sanguíneo passa lentamente, pois está grosso com placas de gorduras denominadas ateromas. Dessa maneira, o coração recebe sangue em quantias insuficientes, ou seja, menores, que podem ser identificadas através de uma dor intensa classificada como angina, que pode se apresentada em maior grau em pessoas que tenham casos na família de hipertensão e diabetes, que são outros fatores de riscos.

Depois disso, as placas formadas se “quebram” para cobrir a ferida, e assim, as plaquetas se juntam e se transformam em um coágulo sanguíneo chamado trombo que impede a passagem do sangue no miocárdio, este processo leva cerca de minutos, mas se ultrapassar vinte minutos os problemas podem ser irreversíveis. Se a região afetada do coração for grande a gravidade poderá ser maior, e principalmente se ocorrer o bloqueio em uma das principais artérias, será preciso um atendimento imediato, pois senão a pessoa poderá morrer.

Como saber se está ocorrendo um infarto? Há inúmeros sintomas como falta de ar, enjoos, desmaios, dores nas costas, ombros, braços, pescoço e pressão forte no peito. Porém, existem pessoas que não apresentam sintoma algum e tem o infarto.

Há vários tipos de tratamentos, dentre eles pode-se citar os remédios para revascularização da região atingida. Existem os procedimentos cirúrgicos como a angioplastia, que atua devolvendo o processo de irrigação por meio de um cateter que é introduzido através dos vasos sanguíneos do coração.

Este procedimento é realizado com um balão cheio que dilata as artérias liberando o caminho para o sangue fluir. Também, pode ser colocado um stent, espécie de mola pequena que permite que o sangue passe e irrigue o coração.

Leia Também:  Receita de suflê de queijo

Outro tratamento, é a ponte de safena, utilizada quando a situação do paciente é grave, pois inúmeras artérias foram fechadas pelas placas de gorduras, o colesterol. Essas alternativas são bem eficientes na obtenção de um resultado positivo. Para evitar ao máximo este problema, a pessoa precisa parar de fumar, ter um cardápio balanceado e praticar atividades físicas, mas sempre procure ajuda médica, somente ele poderá prescrever o melhor para a sua saúde.

Top