Imposto de Renda: casal

A obrigação de declarar imposto de renda costuma deixar as pessoas em dúvida, sobretudo quando o valor leva em conta o núcleo familiar. Neste…

Por Isabella Moretti em 19/04/2012

O mesmo filho não pode aparecer como dependente na declaração de ambos os cônjuges.

A obrigação de declarar imposto de renda costuma deixar as pessoas em dúvida, sobretudo quando o valor leva em conta o núcleo familiar. Neste caso, a prestação de contas com a Receita Federal requer a análise de vários fatores e das possibilidades.

O Imposto de Renda cobrado sobre o casal pode ser declarado em conjunto ou separado, cabe aos dois definir o melhor meio. Os especialistas recomendam simular os valores para definir qual tipo de declaração é mais vantajoso financeiramente para o contribuinte.

IR 2012: Declarar separado ou em conjunto?

A declaração separada se revela mais interessante quando os dois cônjuges são contribuintes. Desta forma o limite de isenção será mais alto do que declarar os rendimentos como casal. Os proprietários de imóveis e patrimônios devem ficar atentos aos critérios da Receita, pois as alíquotas do IR 2012 colocam as tarifas lá em cima. A declaração separada também é recomendada para o casal que tem poucos gastos, devido ao desconto mais significativo.

É possível declarar em conjunto ou separado.

No caso de uma família com despesas muito altas, pode ser melhor optar pela declaração em conjunto. Contudo, o casal só pode declarar imposto de renda junto, se forem oficialmente casados e tiverem uma união estável de no mínimo cinco anos.

No caso dos dependentes, se o filho é incluso na declaração do pai, ele não pode aparecer na da declaração da mãe e vice-versa, ou seja, o mesmo dependente não deve ser vinculado a dois CPFs diferentes ao mesmo tempo. O filho com até 21 anos de idade ainda pode ser considerado dependente dos pais. Com a comprovação de que o jovem está fazendo Ensino Superior ou Curso Técnico, sua condição de dependência se estende até 24 anos de idade.

Os bens em comum do casal também precisam ser declarados. No caso das declarações realizadas separadamente, tanto o marido como a mulher pode informar sobre a existência do bem. Já o outro cônjuge deve lançar na sua ficha que o patrimônio foi declarado pelo companheiro (a), de acordo é claro com as leis vigentes.

Pessoas divorciadas que não oficializaram a separação e precisam declarar imposto de renda devem considerar ainda o estado civil de casado e prestar constas a Receita sobre os bens que possui junto com o (a) ex.

Não deixe para declarar o IR na última hora.

Apesar de todas as recomendações apresentadas, é importante fazer a simulação do Imposto de Renda 2012 para ter certeza do melhor meio de declarar o IR. Como em cada ano a situação tributária é diferente, vale a pena contratar uma contador para descomplicar a sua declaração.

Top