Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar?

Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar?

Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar? Com a chegada do ano novo, muitas pessoas já começam a procurar informações a respeito dos impostos…

Por Andre em 02/01/2017

Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar? Com a chegada do ano novo, muitas pessoas já começam a procurar informações a respeito dos impostos que sempre são cobrados nos primeiros meses do ano, e entre eles está o IRPF.

Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar? (Foto Ilustrativa)

Assim como o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) é um dos tributos que mais gera dúvidas no contribuinte.

Se você é uma das pessoas que está pensando na próxima declaração do Imposto de Renda, confira, a seguir, informações importantes a respeito do IRPF 2017 ano-base 2016.

Imposto de Renda 2017: Quem deve declarar?

É importante fazer os cálculos para saber se você precisa declarar o IR (Foto Ilustrativa)

Quem deve declarar o IRPF 2017? Por enquanto, a Receita Federal ainda não divulgou as regras desse tradicional imposto para o próximo ano, mas é possível ter uma noção verificando as normas do IR 2016 ano-base 2015.

Pelas regras atuais, referentes a 2016, a declaração do IRPF é obrigatória para:

  • Pessoas físicas que tenham rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91 no ano-base;
  • Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido maior que R$ 40.000,00, no ano anterior;
  • Quem tem a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Contribuintes que optaram pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis residenciais localizados no país;
  • Quem teve, no ano-base, receita bruta superior a R$ 140.619,55, oriunda de atividade rural;
  • Contribuintes que passaram à condição de residentes no Brasil, em qualquer época do ano anterior.

*Lembramos mais uma vez que esses valores são referentes ao IR 2016. Em breve, a Receita Federal vai divulgar as informações sobre o IR 2017, e existe a possibilidade de que os valores citados tenham algum reajuste.

Imposto de Renda 2017 isenção

Tabela do IR para 2017 pode ser reajustada (Foto: Reprodução Portal Brasil)

Com relação à isenção do Imposto de Renda 2017, também não foram divulgadas as informações, mas até 2016, quem recebia remuneração mensal de até R$ 1.903,98 não precisava declarar o imposto.

Conforme dados preliminares de correção na tabela do Imposto de Renda 2017, a expectativa é de que a renda para isentos IRPF 2017 seja de R$ 1.999,18 mensais, ou seja, quem recebe salário até essa faixa não precisará declarar o imposto, lembrando que o reajuste ainda precisa ser confirmado pelo governo.

A lista de quem não precisa declarar Imposto de Renda 2017 inclui ainda os portadores de doenças graves (detalhes no site da Receita).

Imposto de Renda 2017 datas

A entrega da declaração deve ser feita via internet (Foto: Reprodução Agência Brasil)

Os prazos para declaração IRPF 2017 também não foram definidos pelo governo, até o momento. Mas é possível que o calendário seja parecido ao de anos anteriores, ao qual os contribuintes já estão acostumados.

Dessa forma, se mantido o mesmo esquema, as datas do Imposto de Renda 2017 deverão ser entre os meses de março e abril, período em que a declaração deverá ser entregue sem multa.

Imposto de Renda 2017 como declarar

O contribuinte também pode fazer a declaração do IRPF pelo celular ou tablet (Foto: Reprodução app Receita Federal)

Como declarar IRPF 2017? Assim como no ano anterior, a entrega da declaração deverá ser feita através do programa gerador, disponível para download gratuito na página da Receita, e também pelo smartphone ou tablet, usando o app oficial do Imposto de Renda.

As normas e procedimentos para preenchimento e entrega da declaração serão publicadas em breve pelo governo federal.

Leia mais sobre esses e outros assuntos navegando pelo Mundo das Tribos.

Top