Impetigos em recém-nascidos

Impetigos em recém-nascidos

Os machucados com pus e furúnculos são a marca do impetigo, que é um nome dado para uma infecção da pele causada por bactérias,…

Por Editorial MDT em 10/10/2013

Os machucados com pus e furúnculos são a marca do impetigo, que é um nome dado para uma infecção da pele causada por bactérias, que podem ser do tipo estafilococo e estreptococo. Saiba mais sobre os impetigos em recém-nascidos e como tratar esse problema.

O impetigo em bebês deve ser tratado. (Foto: divulgação)

O que é impetigo

O impetigo é uma infecção bacteriana que atinge a camada mais superficial da pele, a derme. Ela ocorre principalmente no verão, período do ano em que a temperatura se torna mais propicia para a proliferação de organismos. Essa doença tem maior prevalência nas crianças, devido a menor resistência que a pele tem nesse momento da vida. A Staphylococcus aureus e Streptococcus do grupoo A são as principais responsáveis pela manifestação do impetigo.

Essas manifestações cutâneas, podem variar de acordo com o agente infeccioso. Existem vários tipos de impetigos, com sintomas diferentes, porém, o mais comum são as bolinhas que formam um grupo e se espalham soltando liquido. Dependendo do tipo de bactéria, a ferida pode ser maior. A pele ao redor do machucado pode ficar vermelha e os gânglios podem aparecer perto do local de infecção. É comum as feridas aparecerem na região do nariz e da boca, porém elas podem aparecer nos braços, pernas e outros locais.

Impetigos em recém-nascidos

O impetigo é mais comum em crianças de 2 a 6 anos de idade, porém acomete também bebês. A infecção é contagiosa e se espalha não só para outras pessoas, mas também para outras partes do corpo da criança.  O impetigo não é algo perigoso, mais incomoda e tem uma aparência desagradável. E como outras doenças, quando não tratada pode se complicar, causando infecções e pele mais grave, deixando cicatrizes.

Como a bactéria é a mesma da amigdalite, quando não tratada o impetigo pode provocar complicações tardias, inflamação dos rins e doença reumática, com risco de lesão das válvulas cardíacas. Com o tratamento correto, o risco é muito baixo.

Os impetigos acometem recém-nascidos também. (Foto: divulgação)

Tratamento do impetigo

Em casos de infecção leve, o médico pode recomendar que você simplesmente mantivesse a área mais limpa até que ela vá embora sozinha. Em alguns casos, o bebê necessita de antibióticos para se livrar da infecção. O médico pode preferir a aplicação de um creme ou pomada com antibiótico, mas às vezes é preciso tomar por via oral.

É importante dar o antibiótico para a criança no numero certo de dias que o médico determinou, mesmo que esse machucado pareça ter sarado muito antes. De qualquer forma, você irá precisar manter a região machucada sempre limpa. Lave com água e sabão duas vezes ao dia, tirando as cascas e secando com cuidado. Prefira secar com lenço de papel, para jogar fora depois.

O bebê com impetigo deve ser levado ao médico. (Foto: divulgação).

O impetigo está entre os principais problemas de pele em bebês. Ele deve ser tratado corretamente para que não prejudique a saúde do bebê. Consulte o médico especialista para avaliar o caso.

Top