Idosos que comem peixes vivem mais

Segundo pesquisas feitas pela Escola de Saúde Pública de Harvard e da Universidade de Washington, as pessoas acima de 65 anos que comem peixes…

Segundo pesquisas feitas pela Escola de Saúde Pública de Harvard e da Universidade de Washington, as pessoas acima de 65 anos que comem peixes podem ter grandes quantidades de ácidos graxos e um risco de mortalidade 27% menor. Saiba sobre o assunto e veja o porquê os idosos que comem peixes vivem mais.

Os peixes são ricos em ômega-3 e outras substâncias benéficas para o organismo. (Foto: divulgação)

Consumo de peixe e a longevidade

Pesquisadores americanos analisaram 16 anos de dados de aproximadamente 2.700 adultos norte-americanos com mais de 65 anos que fizeram parte do estudo de Saúde Cardiovascular, feito à longo prazo pelo National Heart, Lung and Blood Institute.

Os participantes da pesquisa passaram por exames de sangue e exames físicos regulares durante todo o período de acompanhamento e foram questionados sobre o estado de saúde, estilo de vida e histórico médico.

Diante dos resultados, descobriu-se que o estilo de vida, doenças cardiovasculares e alimentação (que contém ácidos graxos, ácido eicosapentaenoico e docosapentaenóico) estão diretamente ligados a redução do risco de morte. Esses ácidos são encontrados nos peixes. A diminuição da mortalidade pode ser de até 2,2 anos e o risco de se obter doenças cardiovasculares cai cerca de 35%.

O consumo de peixes promete longevidade. (Foto: divulgação)

Veja também os benefícios do consumo de peixe para a saúde 

Benefícios do consumo de peixes para a saúde cardiovascular

Os ácidos graxos ômega-3 presentes no peixe contém propriedades anti-inflamatórias, antirreumáticas, antitrombóticas e diminuem a concentração dos lipídeos do sangue, o que favorece para vasodilatação. Além disso, ele é capaz de evitar a formação e placas de gordura na parede das artérias, garantindo a flexibilidade dos vasos sanguíneos, prevenindo doenças como infarto, hipertensão, aterosclerose e derrames.

Continuar Lendo  Alimentação de grávida: mitos e verdades

Dentre os benefícios dos ácidos graxos estão também as modificações das composições químicas do sangue, provocando um aumento dos níveis de HDL e diminuindo os níveis de LDL. Ele também pode diminuir os níveis de triglicerídeos no sangue.

O organismo também usa o ômega-3 para produzir prostaglandinas, substancias químicas que participam em vários processos, inclusive no combate de inflamações dos vasos sanguíneos.

Os peixes são alimentos ricos em nutrientes essenciais para o organismo. (Foto: divulgação)

Veja também alimentos ricos em ômega 3, tabela, benefícios 

Os peixes são alimentos muito saudáveis e ricos em nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Segundo pesquisas, eles são muito benéficos para a longevidade e para prevenção de várias doenças, como as cardiovasculares. Aposte no consumo de peixes e cuide da sua saúde.

Top