Homens só procuram ajuda médica quando doença está em estágio avançado

Nos últimos tempos, muito tem se falado sobre a saúde do homem. Os pacientes do sexo masculino não visitam o médico com a mesma…

Homem ainda evita ir ao médico, diz pesquisa. (Foto:Divulgação)

Nos últimos tempos, muito tem se falado sobre a saúde do homem. Os pacientes do sexo masculino não visitam o médico com a mesma frequência do que as mulheres, o que pode agravar algumas doenças que não são descobertas precocemente.

Apesar dos padrões culturais inibirem o homem a ir ao médico, também é importante considerar que não existe uma especialidade médica voltada para a saúde masculina com a mesma equivalência do ginecologista para a mulher. Normalmente o homem que precisa fazer exames de rotina procura ajuda de um urologista, médico responsável por fazer o acompanhamento da próstata e identificar doenças relacionadas, como o câncer. A avaliação urológica também permite diagnosticar DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e problemas associados à falta de libido.

Leia também: Exames preventivos para homens

Homens evitam consultas médicas

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Centro de Referência da Saúde do Homem, órgão da Secretaria de Estado da Saúde em São Paulo, 60% dos homens só procura ajuda médica quando a doença está em estágio avançado. Os principais motivos alegados pelos participantes que não buscaram assistência foram: preconceito e vergonha.

O levantamento do Centro de Referência da Saúde do Homem ainda mostrou que, todos os meses, 1,5 mil homens dão entrada no hospital com problemas de saúde avançados e que necessitam de cirurgia. O diagnóstico tardio acontece porque a maioria dos pacientes ignoram os sintomas iniciais, preferindo conviver com uma patologia ao invés de buscar ajuda especializada.

Exames de rotina são essenciais para o homem, principalmente depois dos 50 anos. (Foto:Divulgação)

Segundo Cláudio Murta, coordenador de urologia do Centro, os pacientes se recusam ir ao médico com mais frequência porque não podem ficar doentes, afinal, são provedores da casa. Eles se negam a fazer consultas de rotina, que seriam capazes de identificar, ainda no início, as doenças comuns em homens. O especialista alegou também que o diagnóstico precoce só traz benefícios para a vida do paciente, pois requer um tratamento menos agressivo, rápido e barato. Sem falar que, a descoberta de uma patologia logo nos primeiros sinais, aumenta as chances de cura.

Leia Também:  Unhas filha única, ideias, fotos

Embora muitos homens ainda se sintam constrangidos em cuidar da saúde, a situação está bem melhor do que há anos atrás. De acordo com alguns especialistas, os homens estão conscientes dos problemas de saúde que podem sofrer e por isso procuram ajuda médica. Aqueles que não são intimidados pelos estereótipos culturais adquirem o costume de realizar exames preventivos, tal como as mulheres. O check-up anual também tem se tornado mais frequente entre os pacientes do sexo masculino.

Cuidados necessários com a saúde do homem

Apneia e gordura visceral também são comuns em pacientes do sexo masculino. (Foto:Divulgação)

Os homens, sobretudo aqueles com mais de 50 anos, devem ficar atentos a uma série de doenças que ameaçam a saúde. Além do câncer de próstata, outros problemas também afetam o bem-estar e a qualidade de vida masculina, como a apneia do sono, a gordura visceral e a falta de desejo sexual.

Saiba mais: Alimentos para prevenir câncer de próstata

Top