Herpes Zóster: o que é, saiba mais

Causada pelo mesmo vírus que provoca a catapora, a Herpes Zóster é uma doença que atinge principalmente as pessoas com mais de 50 anos…

Causada pelo mesmo vírus que provoca a catapora, a Herpes Zóster é uma doença que atinge principalmente as pessoas com mais de 50 anos de idade e que estejam com deficiência no sistema imunológico.

A Herpes Zóster também é conhecida como cobreiro (Foto: Divulgação)

Também conhecida como “catapora dos adultos”, ela costuma aparecer quando o vírus Varicela-zóster se torna ativo (ele fica inativo em nervos do corpo de quem teve catapora), devido a algum tipo de falha no sistema de defesa do organismo, começando a agir próximo à área em que estava armazenado.

Além da baixa imunidade, outra das causas do Herpes Zóster pode estar relacionadas a situações de grande estresse, facilitando a reativação do vírus. Vale lembrar que este agente patogênico em questão não deve ser confundido com o vírus da herpes simples, responsável por causar lesões na boca e nos órgãos genitais, em pessoas de diferentes faixas etárias.

Feridas na boca: como tratar

Tratamento herpes genital

Herpes Zóster: o que é, saiba mais

A doença, causada pelo mesmo vírus da catapora, costuma aparecer na região do tronco e acomete principalmente os mais velhos (Foto: Divulgação)

Os sintomas do Herpes Zóster são caracterizados principalmente pelo surgimento de pequenas bolhas e feridas na pele, que se espalham pelo trajeto dos nervos próximos ao local em que o vírus estava presente, de maneira inativa. Antes do aparecimento das erupções, o paciente pode apresentar dor unilateral, formigamento ou queimação.

Além das erupções, que surgem primeiramente como manchas vermelhas, formando bolhas posteriormente, que começam a coçar e se rompem com facilidade, a doença, que também é popularmente chamada de “cobreiro”, pode apresentar sintomas adicionais.

Continuar Lendo  Lifting temporário com cosméticos

Entre eles estão dor abdominal, dor de cabeça, febre, calafrios, dor nas articulações, problemas no paladar, falta de apetite, problemas na visão, fraqueza muscular e sensação de mal-estar geral, além de outros, dependendo do local atingido (a situação é mais grave quando as lesões aparecem próximas aos olhos).

Com relação à transmissão do Herpes Zóster, há muitas controvérsias. Enquanto alguns médicos dizem que a doença não é contagiosa, outros afirmam que o vírus pode ser transmitido a partir do contato com o líquido vazado das feridas. Mas de maneira geral, não é comum que a doença seja transmitida para quem vive com a pessoa afetada.

Tratamento Herpes Zóster

O tratamento pode incluir antivirais, analgésicos e outros tipos de medicamentos, dependendo do caso (Foto: Divulgação)

O tratamento do Herpes Zóster envolve o uso de antivirais, associados a analgésicos e antissépticos tópicos, receitados pelo médico, tendo a possibilidade de incluir outros medicamentos. Normalmente, os sintomas desaparecem dentro de duas ou três semanas.

E para quem quer prevenir a doença, chegou ao Brasil, recentemente, a vacina contra Herpes Zóster, encontrada na rede particular de saúde.

Top