Hemorragia nasal: como tratar, primeiros socorros

Quem nunca se deparou com alguém com sangramento nasal? Ele é uma enfermidade muito comum na população. As causas desse problema são diversas, sendo…

Quando o nariz estiver sangrando, não assoe.

Quem nunca se deparou com alguém com sangramento nasal? Ele é uma enfermidade muito comum na população. As causas desse problema são diversas, sendo extremamente útil tentar relacionar o motivo com o quadro de sangramento. Porém, muitas vezes não sabemos como nos portar diante dessa situação, por isso separamos algumas dicas de como lidar com o sangramento nasal.

Definição

A hemorragia nasal, ou como também conhecida epistaxe, é o nome dado a qualquer sangramento que ocorre pelo nariz. É importante saber que existem dois tipos de epistaxe:

  • Epistaxe anterior – devido à lesão do nariz anterior e apresenta sintomas leves;
  • Epistaxe posterior – devido à lesão do nariz interior, sendo que seus sintomas são muito mais graves.

Causas

De maneira geral, as causas de epistaxe podem ser divididas por dois critérios: fatores locais e fatores sistêmicos. Conheça um pouco mais sobre cada um deles.

  • Fatores locais:
    • Alterações morfológicas no nariz;
    • Inalação de alguma substância química;
    • Inflamação, como rinite, sinusite, resfriados;
    • Corpos estranhos;
    • Alguns tumores dentro do nariz;
    • Utilização de produtos nasais, como sprays;
    • Cirurgias recém realizadas;
    • Traumas.

A hemorragia nasal é um acontecimento muito comum.

  • Fatores sistêmicos:
    • Uso de alguns medicamentos como: aspirina, varfarina, clopidogrel entre outras que afetam a coagulação;
    • Abuso de álcool;
    • Alergias;
    • Pressão alta;
    • Infecções;
    • Má alimentação que pode levar a anemia;
    • Uso de drogas ilícitas, como cocaína;
    • Alterações vasculares.

O motivo do sangramento

Em alguns casos, a epistaxe ocorre devido a uma ruptura na mucosa nasal ou nos vasos capilares que compõem a mucosa. Nesse ultimo caso, a ruptura pode ocorrer por fragilidade dos vasos ou por ferimentos na mucosa. Já nos casos de inflamação ou de alterações de coagulação, seu aparecimento é justificado pelo aumento do tamanho dos vasos ou pela dificuldade que o corpo tem em manter o equilíbrio hemostático (do sangue).

Leia Também:  Suco para crianças: receitas, dicas

Primeiros socorros: hemorragia nasal (epistaxe)

Conheça agora algumas dicas de como se portar diante de um quadro de sangramento nasal.

  • O que devemos fazer:
    • Colocar a pessoa sentada;
    • Inclinar o tronco para frente;
    • Comprimir com o dedo, a narina que sangra;
    • Aplicar compressas frias na parte externa do nariz ( em cima do osso);
    • Não assoar o nariz;
    • Se o sangramento não parar, estanque com um pedaço de compressa no interior da narina.
  • O que NÃO devemos fazer:
    • Não deitar a pessoa;
    • Colocar qualquer substância no interior do nariz;
    • Não elevar a cabeça para trás.

Caso a hemorragia persita por mais de 10 minutos, procure um atendimento médico o mais rapido possível.

É importante saber que, caso o sangramento não cesse em pelo menos 10 minutos, será necessário procurar um atendimento médico o mais rápido possível. Além disso, fique atento aos sinais e sintomas que a pessoa possa apresentar como tontura, desmaio, dor de cabeça, entre outros, pois eles indicam um problema mais grave.

Top