Hábitos que prejudicam a pele

Muitas vezes, podemos pensar que estamos fazendo as coisas todas certas, mas não estamos, principalmente em relação à beleza. Os cuidados diários com a pele e os cabelos são necessários, na vida de quem se preocupa com isso. No entanto, alguns hábitos que prejudicam a pele, ao invés de cuidá-la, são bastante comuns. Conheça alguns deles e mude sua rotina.

Espremer espinhas é um hábito muito ruim para a pele (Foto: Divulgação)

Hábitos ruins para a pele

Se você é do tipo que costuma usar qualquer tipo de creme ou sabonete na pele do rosto, está na hora de rever seus conceitos. Cada pele tem suas particularidades e é preciso usar produtos adequados, pois eles irão melhorar a sua qualidade. Se for uma pele oleosa, por exemplo, procure por cosméticos formulados especialmente para ela.

Alimentar-se de maneira inadequada também é um hábito ruim para a pele, que será uma das primeiras partes do corpo a sinalizar que algo está errado. Vale lembrar que é preciso consumir muitas frutas, verduras e legumes, além de alimentos pobres em gordura e, também, consumir muita água, no decorrer do dia.

Se você costuma ir dormir sem lavar a pele do rosto, mesmo tendo usado maquiagem, é melhor para com isso. É um hábito muito mau para a pele. Os poros acumulam sujeira, seja do ar ou da maquiagem e, com o tempo, poderão proliferar bactérias. Portanto, todas as noites, faça uma limpeza geral, usando produtos adequados para o seu tipo de pele, antes de ir pra cama.

Jamais se deve deixar de lado o protetor solar (Foto: Divulgação)

O excesso de esfoliação da pele é erro bastante comum. É certo que a ação ajuda a limpar os poros, removendo sujeiras de todos os tipos e deixando a pele livre para receber bons produtos. No entanto, esfoliar em demasia irá ferir e ressecar a pele, favorecendo a proliferação de bactérias. As glândulas sebáceas também passarão a trabalhar mais para combater o ressecamento. Resultado: pele oleosa, propagação de micro-organismos nocivos e espinhas.

Quem costuma espremer espinhas também está cometendo um grande erro com a pele do rosto. Os motivos são simples. Quando espremida, a espinha estoura e abre portas para a infecção por bactérias. A pele também poderá ficar marcada. O ideal é deixar a espinha bem quieta em seu lugar, até que o corpo faça o seu trabalho, sozinho, expulsando-a e cicatrizando o local da ferida.

Hábitos péssimos para a pele

É preciso continuar batendo na tecla do uso do protetor solar. A grande maioria das pessoas opta por proteger a pele com ele, apenas quando vai curtir a praia ou a piscina. No máximo, aplicam o produto quando vão sair às ruas e pegar sol, realmente. É claro que isso está correto. Errado está pensar que apenas estas situações exigem proteção contra o sol. Portanto, mesmo estando dentro de casa ou do ambiente de trabalho, use filtro solar. Além disso, evite também:

Cigarro é um veneno para o corpo todo! (Foto: Divulgação)

– consumir álcool ou cigarro, que envelhecem a pele e o corpo, podendo causar inúmeros outros problemas e até mesmo doenças graves;

– dormir poucas horas;

– não proteger as pintas contra o sol (elas podem ser tornar um câncer);

– tomar sol com a pele cheia de cloro ou sal marinho;

– não hidratar a pele.

Todos estes são hábitos que fazem mal à pele, seja do rosto ou do corpo. Procure cuidar das duas e dê atenção especial à do rosto, já que ele é o seu cartão de visita.

Reply