Gripe: mitos e verdades

A gripe é uma doença bastante comum, porém, cercada de mitos que, em muitas situações, são levados a sério. Desmistificar o problema é uma…

Por Editorial MDT em 29/11/2012

A gripe é uma doença bastante comum, porém, cercada de mitos que, em muitas situações, são levados a sério. Desmistificar o problema é uma boa maneira de conhecer mais a doença e tomar medidas preventivas para garantir que o organismo esteja em dia e protegido. Confira mitos e verdades sobre a gripe.

Saiba quais são os sintomas da gripe H1N1.

A gripe cursa com sintomas sistêmicos. (Foto: divulgação)

A gripe é uma doença que afeta todo o organismo

Verdade. A gripe possui a capacidade de causar sinais e sintomas que podem ser percebidos em diversos sistemas e essa propriedade auxilia em seu diagnóstico diferencial com resfriado, que atinge apenas a via aérea superior. Os sintomas mais comuns de gripe são mal-estar, febre alta, dores musculares, articulares e de cabeça, tosse seca, coriza e espirros. Em algumas situações é possível observar irritação ocular ou sintomas inespecíficos, como náusea e vômito, principalmente em crianças.

Andar descalço e tomar friagem causa gripe

Mito. A gripe é uma doença causada pelo vírus influenza e não pode ocorrer sem que haja exposição a ele. Apesar de ser incapaz de causar a doença, mudanças bruscas de temperatura, má alimentação e estresse podem diminuir a imunidade e aumentar as chances de contrair gripe e cursar com sintomatologias mais exuberantes.

Partículas com o vírus são lançados no ar. (Foto: divulgação)

É possível pegar o vírus conversando com alguém gripado

Verdade. Se um paciente gripado tossir, espirrar ou simplesmente conversar com outra pessoa, ele pode liberar o vírus suspenso em partículas no ar, contaminando todo mundo que estiver por perto. A porta de entrada do influenza no organismo é o nariz e a boca, por onde o vírus contamina todo trato respiratório. Os primeiros sintomas costumam aparecer depois de cinco dias.

É importante diferenciar gripe de resfriado

Verdade. Ambas as doenças são causadas por vírus, entretanto possuem disparidades marcantes e o diagnóstico correto pode fazer toda diferença para pessoas de grupos de risco, como os idosos, as gestantes e crianças. A gripe pode ser prevenida através da vacinação, ocorre em épocas mais quentes, acomete a pessoa apenas 1 vez ao ano, resulta em comprometimento sistêmico e tem aparecimento súbito, diferentemente do resfriado.

Entenda as diferenças entre gripe, resfriado e alergia.

Suco de laranja ajuda a tratar gripe

Mito. O suco de frutas ricos em vitamina C, como a laranja, acerola e limão, ajudam a melhorar o desempenho do sistema imunológico e por isso são capazes de prevenir a infecção pelo influenza, contudo, uma vez instalada a doença, essa vitamina se torna incapaz de solucionar o problema.

Sucos ricos em vitamina C ajudam a prevenir o problema. (Foto: divulgação)

A gripe é uma doença bastante popular, mas que frequentemente é confundida com o resfriado e acaba sendo subestimada como causadora de complicações. A identificação do problema é importante na prevenção de grupos de risco e, apesar de uma boa dieta e cuidados gerais básicos serem capazes de melhorar a performance do sistema imunológico, a vacina contra influenza continua sendo a maneira mais eficiente de prevenir a doença.

Top